PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
Noticia

Mano vetado e Tiago Nunes e Dorival sondados: a busca do Fortaleza até Enderson Moreira

Diretoria tricolor mapeou opções e se movimentou no mercado em dia intenso para acelerar a substituição de Marcelo Chamusca no comando

07:30 | 08/01/2021
Presidente Marcelo Paz, do Fortaleza, conversa com jogadores em treino no estádio Barradão, em Salvador (Foto: Dudu Oliveira/Fortaleza EC)
Presidente Marcelo Paz, do Fortaleza, conversa com jogadores em treino no estádio Barradão, em Salvador (Foto: Dudu Oliveira/Fortaleza EC)

As doze horas entre o anúncio de uma saída e a confirmação de uma chegada, com direito a um curto trajeto de avião, foram movimentadas para os dirigentes do Fortaleza no mercado da bola. Em busca de um substituto para Marcelo Chamusca, o departamento de futebol mapeou nomes, definiu prioridades e fez contatos até chegar a Enderson Moreira, contratado até o final de 2021, apurou o Esportes O POVO.

A nova mudança no comando técnico obrigou o Tricolor a se debruçar novamente sobre opções disponíveis no mercado menos de dois meses após a saída de Rogério Ceni. Depois de pagar a multa rescisória ao Cuiabá-MT para contratar Chamusca em novembro, o clube deu preferência a treinadores livres.

Além de profissionais oferecidos por agentes e intermediários à cúpula - o presidente Marcelo Paz, o diretor de futebol Daniel de Paula Pessoa e o executivo de futebol Sérgio Papellin -, o Leão analisou os nomes listados. Alberto Valentim, por exemplo, foi cogitado, mas descartado.

Demitido do Bahia no final de dezembro, Mano Menezes foi vetado da relação pelo comportamento que teve no último clube - tanto em reclamações com a arbitragem quanto no caso de acusação de injúria racial que envolveu Gerson, do Flamengo, e Ramírez, do Esquadrão. O estafe do técnico afirmou ao Esportes O POVO que não há intenção de assumir trabalho nesta Série A.

Ainda houve novas consultas a Tiago Nunes, ex-Corinthians-SP, e Dorival Júnior, ex-Athlético-PR. A dupla, porém, também não pretende comandar equipes nesta reta final do Brasileirão. Os dois já tinham sido consultados por Marcelo Paz depois de Ceni rumar para o Flamengo-RJ.

Enderson Moreira, então, foi procurado e a negociação teve desfecho rápido. A experiência no Campeonato Brasileiro, o padrão tático nos trabalhos e o estilo enérgico foram fatores de peso para a escolha. Com vínculo até o final deste ano, o treinador chega ao Pici acompanhado pelos auxiliares Luis Fernando Flores e Ailton Serafim e pelo preparador físico Edy Carlos.

A estreia do novo comandante será contra o Grêmio-RS, no próximo sábado, 9, às 21 horas, na Arena Castelão, pela 29ª rodada da competição nacional.