PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Sem prazo estabelecido e na espera de manual da CBF, Fortaleza adota cautela sobre volta em maio

Presidente do Fortaleza, Marcelo Paz falou sobre possibilidades de retorno das atividades dos clubes de futebol

Lucas Mota
21:22 | 27/04/2020
Marcelo Paz foi entrevistado no FutCast, o podcast do O POVO
Marcelo Paz foi entrevistado no FutCast, o podcast do O POVO (Foto: FCO FONTENELE)

Apesar da expectativa de uma possível volta das atividades dos clubes de futebol para o mês de maio, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, afirmou em entrevista ao FutCast que ainda não há qualquer certeza para o retorno. O dirigente garantiu que o clube seguirá protocolo da Confederação Brasileira do Futebol (CBF) para a retomada dos treinos.

+ Marcelo Paz detalha balanço de abril e ações para enfrentar a crise: "perdeu muitas receitas"

"Se trata apenas de uma expectativa. Não há qualquer indicativo maior para que retorne em maio, nem da CBF, nem do Ministério da Saúde de que vai haver autorização para voltar", explicou.

A diretoria do Tricolor aguarda a orientação da maior entidade do futebol. Um manual tem sido construído pela CBF para que os clubes possam seguir de forma coletiva a retomada do esporte. A volta depende também do decreto do Governo Estadual sobre a flexibilização do isolamento social. O governador Camilo Santana manteve decisão de reclusão, proibindo o funcionamento de servições não essenciais.

"A CBF está criando protocolo com médicos especialistas, copiando protocolos europeus. Vamos seguir na íntegra. Não nos apressamos para tomar nenhuma medida e vamos aguardar a recomendação oficial para operacionalização", comentou.

"Como ninguém tem certeza de quando será o retorno, o manual (da CBF) não chegou ainda. O manual é uma sinalização de retorno. Não tem prazo estabelecido por federação local, nem pela CBF", acrescentou.

Entretanto, o clube já monitora no mercado os kits de detecção para o coronavírus. Quando as atividades forem liberadas, o Fortaleza pretende testar todo o elenco e os demais funcionários como medida de segurança.

No domingo, 26, o presidente Marcelo Paz se reuniu com os presidentes do Ceará e da Federação Cearense de Futebol (FCF) para discutir questões envolvendo o protocolo para a volta do esporte.

Nesta segunda-feira, 27, o portal UOL publicou que a CBF não tem pressionado o Governo Federal pelo "retorno em breve" das atividades. O encontro teve a presença dos dirigentes dos clubes do Brasileirão e do presidente da maior entidade do esporte, Rogério Caboclo, e o secretário-geral Walter Feldman.