PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

Irônico, Ceni 'elogia' arbitragem em derrota diante do Corinthians

Inconformado com a arbitragem, o técnico manteve um discurso irônico durante toda a entrevista coletiva

22:42 | 06/11/2019
Rogério Ceni, técnico do Fortaleza
Rogério Ceni, técnico do Fortaleza (Foto: Julio Caesar)

A noite desta quarta-feira não foi das melhoras para o Fortaleza. Além de perder para o Corinthians, a equipe comandada por Rogério Ceni sentiu-se mais uma vez prejudicada pela arbitragem em pelo menos dois lances do jogo. O primeiro aconteceu aos 19 minutos do segundo tempo, quando a bola tocou na mão de Boselli, na grande área. Já aos 24 minutos, após escanteio cobrado por Juninho, Tinga cabeceou e bola, mais uma vez, teria tocado na mão de outro jogador corinthiano, dessa vez em Michel. A jogada continuou sem marcação da arbitragem de campo; árbitro de vídeo (VAR) também não pediu revisão da jogada.

Inconformado com a arbitragem, o técnico manteve um discurso irônico durante toda a entrevista coletiva. Inicialmente, "agradecendo" ao arbitramento. "Nossa posição é que a gente agradece a arbitragem, tudo que eles fizeram pela gente em todo esse campeonato. Às vezes, a gente até se sente envergonhado de vir aqui com tantos benefícios durante o campeonato brasileiro", ironizou o treinador.

+ "É inadmissível tantos erros (de arbitragem) com uma equipe só", critica Juninho, após derrota para Timão

Ceni comentou a atuação do árbitro Caio Max e do VAR. "O mais importante a ser registrado hoje é a isenção e idoneidade das pessoas que conduziram esse jogo. Acho que é um exemplo que serve bem pro futebol brasileiro e queria deixar aqui o meu elogio e a satisfação que temos para com a arbitragem e o equipamento que tira as dúvidas no futebol. Deixar registrado nossa gratidão e como todos os atletas voltam felizes hoje para Fortaleza e o torcedor está muito feliz pelo modo em que vem sendo tratado nessa série A", alfinetou.