PUBLICIDADE
Fortaleza Esporte Clube
NOTÍCIA

"É inadmissível tantos erros (de arbitragem) com uma equipe só", critica Juninho, após derrota para Timão

O volante falou sobre erros em pelo menos oito partidas que teriam, para ele, prejudicado o Fortaleza.

21:56 | 06/11/2019
Volante reclamou da arbitragem
Volante reclamou da arbitragem (Foto: (Foto: Reprodução))

Após derrota do Leão por 3 a 2 para o Corinthians, o volante Juninho reclamou da arbitragem na saída do campo, no Itaquerão, em São Paulo. O atleta, visivelmente decepcionado com o resultado, disse que não acredita em "má fé", mas partidas em que o Tricolor teria sido prejudicado.

"Não estou falando que estão agindo de má fé com a gente, mas é inadmissível tantos erros com uma equipe só. Na minha opinião, a bola pegou na mão duas vezes. Contra o Fortaleza, toda vez que a bola toca não mão é pênalti", disse, citando o jogos contra o Flamengo, na Arena Castelão, em que um pênalti foi marcado em desfavor do Leão, após toque de mão na área. 

No jogo da noite desta quarta-feira, 6, o volante destacou um lance em que, aos 19 minutos do segundo tempo, a bola tocou na cabeça e depois na mão, abaixo do ombro, de Boselli, na grande área. Por reclamação pela não marcação, Felipe levou cartão amarelo. Já aos 24 minutos, após escanteio cobrado por Juninho, Tinga cabeceou e a bola, mais uma vez, teria tocado na mão de outro jogador corinthiano, dessa vez na de Michel. A jogada continuou sem marcação da arbitragem de campo; árbitro de vídeo (VAR) também não pediu revisão do lance. A partida estava empatada em 2 a 2 e três minutos depois, aos 27, o Corinthians fez o gol que valeu a vitória.

"Foram oito jogos já de erros que querendo ou não afetam a gente na partida. Tem que tratar a gente com mais respeito. São erros que estão afetando nosso trabalho, o resultado da partida", reclamou e continuou: "Fizemos um excelente jogo, poderíamos ter aberto vantagem. A mão pegou nítida (na bola), no Boselli, se não me engano. A gente sai daqui muito irritado porque trabalha a semana toda, estuda adversário, faz excelente jogo e sai daqui prejudicado".

Com o resultado, Fortaleza permanece com 36 pontos, mas pode perder posições para Atlético-MG, Botafogo e Ceará ainda nesta 31ª rodada. No domingo, 10, na Arena Castelão, às 19 horas, Fortaleza encara o Ceará no último Clássico-Rei do ano.

 

Você também pode gostar: