Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Osvaldo, do Fortaleza, foi sondado pelo Vasco

O atacante foi um pedido do ex-comandante cruzmaltino Marcelo Cabo e o clube estaria aguardando a avaliação de Lisca
13:00 | Jul. 30, 2021 Autor - Horácio Neto Tipo Notícia

O Vasco estaria interessado no atacante Osvaldo, do Fortaleza. O clube carioca estaria de olho no atleta tricolor a pedido do ex-técnico cruzmaltino, Marcelo Cabo, e aguarda o aval de Lisca para investir no jogador de 34 anos. O Esportes O POVO confirmou que o Leão foi procurado semanas atrás, mas que não houve novo contato.

|Leia mais| 

Revelado pelo Leão, Osvaldo soma 177 jogos e 27 gols pelo Tricolor. O atacante perdeu espaço nas últimas temporadas e com Juan Pablo Vojvoda, o ponta é mais utilizado como opção durante as partidas.

Pelo Fortaleza, Osvaldo conquistou os Campeonatos Cearenses de 2008, 2019, 2020 e 2021, uma Copa do Nordeste e a Série B.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Com retornos de David e Titi, Fortaleza se prepara para o Clássico-Rei

Lado Tricolor
2021-07-30 12:30:00 Autor Horácio Neto Tipo Notícia

Diante do Ceará, no Clássico-Rei de domingo, 1º, pelo Campeonato Brasileiro, o Fortaleza terá os retornos do atacante David e do zagueiro Titi. Ambos cumpriram suspensão na rodada passada, no embate contra o Bragantino, devido ao terceiro cartão amarelo. Marcelo Benevenuto, que não atuou diante do CRB por já ter jogado a Copa do Brasil pelo Botafogo, volta aos titulares para o Série A.

|Leia mais| 

Com somente Max Walef no departamento médico, após as recuperações do Felipe Alves e Matheus Jussa, Juan Pablo Vojvoda terá todas as principais opções a disposição. Há a dúvida sobre quem estará no gol do Fortaleza no Clássico-Rei. As boas atuações de Boeck credenciaram o goleiro para time o titular, caso o Felipe não esteja 100%.

Com os retornos, Juan Pablo Vojvoda deve colocar em campo: Felipe Alves (Boeck); Tinga, Benevenuto e Titi; Pikachu, Felipe, Éderson, Matheus Vargas e Crispim; David e Robson.

O Fortaleza encara o rival neste domingo, 1º, às 20h30min, na Arena Castelão, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão está na terceira posição com 27 pontos, enquanto o Vovô está na sétima colocação com 19.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Wellington Paulista volta, faz dois gols e Fortaleza bate CRB na ida Copa do Brasil

Oitavas de final
2021-07-30 00:30:00 Autor Brenno Rebouças Tipo Notícia

Ao virar o jogo contra o CRB-AL, ontem à tarde, no Castelão, o Fortaleza se aproximou da fase quartas de final da Copa do Brasil. Com o placar de 2 a 1 no primeiro jogo, o Leão só precisa de um empate no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), na próxima quarta-feira, 4, para carimbar a classificação e receber a cota de quase R$ 3,5 milhões.

Apesar do bom resultado e do volume de jogo apresentado — a diferença nas principais estatísticas da partida são altas —, o Tricolor correu riscos e, se não fosse a tecnologia do árbitro de vídeo (VAR), que só passou a ser utilizada nesta fase da Copa do Brasil, poderia ter saído de campo apenas com um empate.

Por outro lado, mesmo com o auxílio do VAR, o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior não deu a penalidade de Reginaldo sobre David, logo aos 11 minutos de partida. O lateral do time alagoano chegou atrasado para disputar uma bola com o atacante do Leão na grande área e o acertou na panturrilha direita. As imagens eram claras, mas não modificaram a decisão tomada no campo.

Durante todo o restante do primeiro tempo, o Fortaleza rondou a área do time Regatiano, mas não criava chances tão claras. Quando conseguia concluir, faltava pontaria. David chegou junto a Reginaldo para desviar uma bola cruzada por Pikachu e o defensor afastou antes. E Éderson tentou um chute colocado, mas mandou a bola alta demais.

Já aos 40 minutos, o zagueiro Gum cobrou uma falta um pouco à frente da linha do meio de campo. Ele notou que Careca estava nas costas de dois zagueiros do Fortaleza e lançou pelo alto. O atacante partiu para a grande área e lá dentro finalizou de primeira, acertando o canto esquerdo de Marcelo Boeck. A arbitragem de campo anulou, mas o VAR avisou que Tinga, do outro lado, oferecia condição de jogo.

Atrás no placar, o Fortaleza teria de voltar para o segundo tempo ainda mais agressivo. E assim o fez.

No primeiro ataque, Romarinho pegou uma sobra de bola no começo da área e bateu alto, mas Diogo Silva voou e defendeu. Logo depois, numa boa troca de passes entre Felipe, Robson, Romarinho e David, o último bateu rasteiro e o goleiro do CRB, bem colocado, segurou. Teve ainda uma cobrança de falta de Crispim que o camisa 12 espalmou.

No meio dessa pressão toda, o Tricolor escapou de tomar o segundo gol. Em um contra-ataque rápido, Careca partiu com a bola pela esquerda, seguido de perto por dois jogadores do Fortaleza. Quando chegou à grande área, ele rolou de lado para Diego Torres, livre de marcação e com uma parte do gol escancarada. O meia chutou por cima da meta.

Essa foi, porém, a única boa chance do alvirrubro no segundo tempo. As demais finalizações foram praticamente todas do Fortaleza. Segundo o Footstats, site de estatísticas esportivas, somente na etapa final foram 18 finalizações do Leão, contra 2 do CRB. O problema é que a maioria delas foi para fora.

Se faltava qualidade nas conclusões, o técnico Juan Pablo Vojvoda colocou Wellington Paulista aos 20 minutos, junto a Matheus Vargas. O centroavante estava há mais de um mês sem jogar e voltou em alto estilo. Na primeira bola que recebeu na grande área, Gum aproximou-se para marcar e deu um toque por trás, aos 24. O árbitro sinalizou pênalti e o camisa 9 cobrou alto, do lado direito, sem chance para Diogo Silva.

Pouco tempo depois, aos 29, bola foi levantada para a grande área do CRB e o centroavante disputou. A defesa afastou parcialmente e Pikachu pegou a sobra da entrada da área, mas a bola subiu demais. Imediatamente, porém, o ala reclamou de um toque de mão do jogador Wesley, que acabara de entrar. No monitor, o árbitro confirmou o desvio irregular dentro da grande área e apontou a marca de cal.

Wellington Paulista foi para a bola novamente e escolheu o canto esquerdo, rasteiro. Dois gols, duas selfies. O placar só não foi mais elástico porque o goleiro do CRB defendeu com o pé um chute de Robson, aos 35, no canto inferior direito.

Foi o 20º jogo do Fortaleza no Castelão sem derrota, incluindo partidas em que ele atuou na praça esportiva como visitante.

Fortaleza
3-5-2: Marcelo Boeck; Tinga, Jackson, Titi; Pikachu, Felipe (Jussa) Éderson (W. Paulista), L. Crispim, Romarinho (M Vargas); Robson (Igor Torres), David (Osvaldo). Téc: Vojvoda

CRB
4-2-3-1: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Caetano, Guilherme Romão; Marthã, Jean Patrick (Wesley); Erick (Jajá), Bressan (Calysson), Diego Torres (Ewandro); Careca (Alan James). Téc: Alan Aal

Local: Castelão, em Fortaleza-CE
Data: 29/7/2021
Horário: 16h30min
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior-PR
Assistentes: Rafael Trombeta-PR e Victor Hugo dos Santos-PR
VAR: Adriano Milczvski
Cartões Amarelos: Jackson, Titi, Pikachu, Torres (FOR) Wesley (CRB)
Renda e público: não houve, devido a pandemia do novo coronavírus
Gols: 40min/1T - Careca; 26min/2T - Wellington Paulista; 32min/2T - Wellington Paulista

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Matheus Vargas vibra com virada do Fortaleza e projeta Clássico-Rei: "É uma final"

Camisa 96
2021-07-29 19:55:00 Autor Afonso Ribeiro Tipo Noticia

Acionado no segundo tempo da partida, junto com o decisivo Wellington Paulista, o meia Matheus Vargas comemorou a vitória do Fortaleza por 2 a 1 sobre o CRB-AL, de virada, nesta quinta-feira, 29, na Arena Castelão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e já projetou o Clássico-Rei contra o Ceará, pelo Campeonato Brasileiro.

Com o triunfo no jogo de ida, o Tricolor precisa apenas de um empate para avançar à próxima fase - em caso de vitória alvirrubra por um gol de diferença, a decisão será nos pênaltis. O duelo de volta será na próxima quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió.

"A gente sabia da forma que o CRB joga, que é esperando o adversário para sair no contra-ataque. Sabíamos que ia ser muito difícil, acabamos saindo atrás do placar, mas com a intensidade, que o professor sempre pede, conseguimos buscar o resultado, que é muito importante para sair na frente nesse confronto", ponderou o camisa 96.

Preservado em meio à sequência de jogos nos próximos dias, o armador deu lugar a Romarinho e começou o confronto no banco de reservas. De lá, viu o alagoanos abrirem o placar com Nicolas Careca. Na segunda etapa, entrou no lugar do próprio Romarinho e participou da reviravolta do resultado, que contou com dois gols de pênalti do experiente camisa 9.

"Fico feliz por ter entrado e ajudado o time. Eu sei da importância que eu tenho dentro do elenco, então vou seguir trabalhando para sempre ajudar o time. Não importa se eu saio como titular ou fico na reserva, o importante é sempre ajudar o Fortaleza. Hoje (quinta-feira) foi no segundo tempo, então a partir do momento que eu entro em campo é sempre para ajudar a equipe", disse.

Antes de reencontrar o Galo da Pajuçara, o Leão volta a campo para encarar o Ceará, no próximo domingo, 1º, às 20h30min, novamente no Castelão, pela 14ª rodada da Série A. Vargas destaca a importância do jogo e rechaça o peso do desgaste físico em razão do calendário.

"Clássico é uma final, um campeonato à parte. A gente sabe da importância do jogo, independente se a partida de hoje foi muito dura ou exigente, a gente tem que chegar e fazer o nosso melhor. Clássico não se joga, se ganha, então a partir de hoje o foco é no clássico. Cabeça boa e vamos chegar com tudo", garantiu o meia.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Vojvoda elogia força mental do elenco do Fortaleza após virada diante do CRB

COPA DO BRASIL
2021-07-29 19:50:33 Autor Iara Costa Tipo Notícia

No primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, o Fortaleza levou a melhor, mas a vitória diante do CRB por 2 a 1 foi buscada após o time alagoano sair na frente no placar. Após a virada, que colocou o time do Pici em vantagem no duelo de volta, o técnico Juan Pablo Vojvoda elogiou a força mental apresentada pelo Leão na partida. 

"É uma característica do nosso time ser mentalmente forte e estar sempre na partida. Tática é importante, mas o mais importante, muitas vezes, é a cabeça do jogador. Se a cabeça do atleta está focada no que deve, é muito mais rápido encontrar o caminho para vencer esse tipo de partida", apontou o treinador, que chegou ainda a descrever o grupo tricolor como "um bom time, com bons jogadores e com mentalidade correta".

Decisivo, Wellington Paulista iguala David na artilharia do Fortaleza na Copa do Brasil

Em relação ao futebol apresentado nos 90 minutos, Vojvoda analisou que o Fortaleza teve de trabalhar mais a bola pelo pouco espaço cedido pelo CRB. "Um jogo muito complicado, um adversário que fechou as linhas. Nosso time teve que rodar a bola para gerar espaço. O adversário conseguiu o gol com bola parada, uma desatenção nossa. A partida se colocou de maneira muito difícil. O time teve caráter e funcionamento para criar situação de gol e converter em dois gols", explicou. 

Ele não deu a si o crédito da virada, entretanto, apesar de os dois gols terem saído após o intervalo. "Eu sou um treinador, os que viram as partidas são os jogadores. Eu corrijo os problemas que eu vejo e dou minha opinião sobre o que precisa mudar para poder ganhar jogo. Verdadeiramente, importante são os atletas", falou o argentino. 

Para a partida de volta, Vojvoda acredita que o Fortaleza irá jogar de maneira diferente, mas garantiu está focado no momento na próxima partida, que ocorre neste domingo, 1°, às 20h30min, no Castelão, diante do Ceará. "A estratégia é tentar e jogar melhor que o adversário, aplicando características da partida. Cada jogo é diferente e temos que ser inteligentes para saber jogar cada partida. (...) Estou pensando agora na partida contra o Ceará. A próxima partida diante do CRB será um jogo diferente. São competição de 180 minutos. O primeiros 90 minutos marca uma tendência e imagino que a próxima partida será diferente", disse. 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Decisivo, Wellington Paulista iguala David na artilharia do Fortaleza na Copa do Brasil

Camisa 9
2021-07-29 19:01:00 Autor Afonso Ribeiro Tipo Noticia

Os dois gols anotados na vitória por 2 a 1 sobre o CRB-AL, nesta quinta-feira, 29, na Arena Castelão, no jogo de ida das oitavas de final, fizeram Wellington Paulista chegar a três gols na Copa do Brasil e igualar David na artilharia do Fortaleza na atual edição do torneio.

Antes de ser decisivo contra o Galo da Pajuçara, o experiente camisa 9 já havia balançado as redes no empate em 1 a 1 com o Ceará, no dia 2 de junho, pela terceira fase do mata-mata. Diante dos alagoanos, foi acionado no segundo tempo e converteu as duas cobranças de pênalti para selar o resultado.

Com os três tentos anotados, o centroavante se iguala ao companheiro David como artilheiro do Tricolor no certame. O camisa 17 marcou na vitória por 1 a 0 sobre o Caxias-RS e duas vezes no triunfo por 3 a 0 no Clássico-Rei. Os dois somam o mesmo número de gols de Léo Gamalho, do Coritiba-PR, Michel Douglas, do Boavista-RJ, e Alef Manga, que atuou pelo Volta Redonda-RJ e rumou para o Goiás.

Na temporada 2021, Wellington Paulista já soma dez gols pelo Leão: quatro no Campeonato Cearense, dois na Série A e um na Copa do Nordeste, além dos três na Copa do Brasil.

Com o resultado positivo no duelo de ida, o time do Pici precisa apenas de um empate no segundo jogo contra o CRB-AL, na próxima quarta-feira, 4, às 16h30min, no estádio Rei Pelé, em Maceió, para garantir classificação e avançar às quartas de final do mata-mata nacional.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags