PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

CBF adia jogo do Ferroviário na Copa do Brasil, não define local e data, e clube voltará a Fortaleza

A delegação do clube coral se encontrava na cidade de Goiânia, onde aconteceria o embate contra o Porto Velho, de Rondônia

Gabriel Lopes
19:01 | 17/03/2021
A delegação do Ferroviário viajou para Goiânia, mas o adiamento, sem definição de data ou local, do jogo do clube na Copa do Brasil, fez com que o time retornasse a Fortaleza (Foto: Lenilson Santos/Ferroviário AC)
A delegação do Ferroviário viajou para Goiânia, mas o adiamento, sem definição de data ou local, do jogo do clube na Copa do Brasil, fez com que o time retornasse a Fortaleza (Foto: Lenilson Santos/Ferroviário AC)

A jornada de indecisões da estreia do Ferroviário na Copa do Brasil ganhou mais um episódio nesta quarta-feira, 17. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) adiou, sem data, horário e local definidos, o confronto do Tubarão da Barra contra o Porto Velho-RO, pela primeira rodada do torneio nacional. A partida estava programada para acontecer nesta quinta-feira, 18, às 15h30min, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia, mas a proibição da prática do futebol profissional no estado de Goiás, motivada por decreto estadual de combate à Covid-19, tornou inviável o compromisso neste local.

+ Covid-19 no futebol: quais estados do Brasil proibiram a prática do esporte?

Assim, a delegação do clube coral, que havia chegado a Goiânia ainda nesta quarta-feira, retornará a Fortaleza. Os custos de 23 passagens aéreas e da hospedagem foram custeados pela CBF. Contudo, o deslocamento de outras oito pessoas, que fazem parte do estafe do clube, foi pago pelo Ferroviário, que já solicitou ressarcimento à entidade máxima do futebol brasileiro. A equipe do Porto Velho também se encontra em Goiânia e retornará para sua cidade natal.

Antes da partida ser programada para a capital goiana, ela aconteceria originalmente no estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho, nesta quarta-feira, às 16h30min. Mas, depois da proibição do futebol em Rondônia, houve a primeira mudança.

Após a impossibilidade de disputa do jogo no estado de Goiás, houve, extraoficialmente, tentativa de deslocamento do confronto para Brasília e para o estado de Mato Grosso, onde não há restrições para a prática desta modalidade esportiva de forma profissional. Contudo, não foi possível essa alteração, o que motivou o adiamento sem detalhamento da partida.

Além deste embate, outros quatro jogos da Copa do Brasil passaram pela mesma situação. Jaraguá-GO x Manaus-AM, Ypiranga-AP x Santa Cruz-PE e Goianésia-GO x CRB-AL, que aconteceriam em Goiás, foram adiados sem delimitação de nova data ou local.

O confronto entre Palmas-TO e Avaí-SC, que teria o estádio Independência, em Belo Horizonte-MG, como palco, também sofreu a mesma mudança, pois o estado de Minas Gerais proibiu jogos disputados por equipes de outros estados em território mineiro. Todas essas delegações, assim como a do Ferroviário, tinham viajado para as localidades mencionadas.