PUBLICIDADE
Cearenses
NOTÍCIA

"Quer um campo molhado, tenha um só seu", dispara Marcelo Vilar após polêmica sobre uso do Castelão

Técnico coral explicou que com muita água a grama pode soltar e refutou que Ferroviário seja o culpado pelo estado do gramado

Iara Costa
19:29 | 11/09/2020
FORTALEZA, CE, 22-08-2020:Ferroviario vence Vila Nova na Arena Castelao por 4 x 0. Arena Castelão, Fortaleza. Em destaque o tecnico Marcelo Vilar. (BARBARA MOIRA/ O POVO) (Foto: BARBARA MOIRA)
FORTALEZA, CE, 22-08-2020:Ferroviario vence Vila Nova na Arena Castelao por 4 x 0. Arena Castelão, Fortaleza. Em destaque o tecnico Marcelo Vilar. (BARBARA MOIRA/ O POVO) (Foto: BARBARA MOIRA)

O próximo duelo do Ferroviário em casa ocorre no dia 20 de setembro, às 20 horas, diante do Paysandu. Depois dessa partida, contudo, o Tubarão da Barra não sabe em qual campo irá mandar seus jogos. Desde o último dia 9, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) enviou um ofício para a Federação Cearense de Futebol (FCF) solicitando que os clubes cearenses que disputam as séries C e D do Campeonato Brasileiro não mandem seus jogos na Arena Castelão.

Nesta sexta-feira, 11, o treinador do Ferroviário condenou a decisão tomada pela entidade. "Um absurdo. Não acredito que uma praça onde foram investidos tantos milhões não possa ter três jogos por semana. O Ferroviário joga apenas duas vezes por mês nessa Arena Castelão, então não tem motivo para achar que o Ferroviário vai estar atrapalhando o bom funcionamento do campo", pontuou.

Leia também: Após pedido para mudar jogos do Castelão, Ferroviário lança nota: "respeitem a história"

Na ocasião, o técnico coral aproveitou para explicar que a grama pode soltar com muita água, afirmação contrária a uma reclamação feita pelo técnico Rogério Ceni, e refutou que Ferroviário seja o culpado pelo estado do gramado. "É preciso que algumas coisas sejam esclarecidas. Por exemplo, eu sei que muitos gostam de molhar o campo antes dos jogos. Se essa lama de água for maior, vai soltar a grama. Não tenho dúvida. Ela não foi feita para estar sendo utilizada molhada o tempo todo. Tem que ter manutenção. Se você quer um campo molhado, tenha um campo só seu. Ou se você quer um campo molhado para ter esse tempo todo, tem que ter manutenção", provocou Vilar.

A reclamação foi feita por Rogério Ceni logo após a derrota diante do Ceará. À época, o treinador do Fortaleza sugeriu que a grama do Castelão não suportaria receber jogos de três equipes. "Gramado não é compatível pra três times jogarem e aí, quando a gente vem jogar, joga com o gramado seco. Esse gramado nem foi feito pra jogar com ele sem água. É um gramado que tem de ser molhado antes do jogo", afirmou Ceni.

Vilar condenou ainda que Ferroviário tenha que sair do Estado para mandar seus jogos e citou Maracanã como exemplo de praça esportiva que recebe jogos de mais de dois times.  "Você ter que sair da sua cidade para jogar em outra cidade, acho isso uma aberração. O Maracanã é utilizado por mais de dois times. São quatro times que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro lá (no Rio de Janeiro), então, acho essa decisão completamente equivocada. Acho até que a Federação tem que punir pelos seus filiados. O Ferroviário e o Floresta são clubes filiados tanto quanto o Fortaleza e o Ceará”, expôs. 

Leia também: Representante da Capital na Série D, Floresta lança nota contra mudança de jogos do Castelão