Participamos do

Zé Roberto projeta dificuldade em estreia do Ceará na Série A: "Temos que brigar por cada bola"

Vovô encara o Palmeiras, no sábado, 9, às 21 horas, no Allianz Parque, em São Paulo, pela primeira rodada da competição
12:19 | Abr. 07, 2022
Autor Juliete Costa
Foto do autor
Juliete Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após vitória na Copa Sul-Americana, o Ceará, agora, faz sua estreia no Campeonato Brasileiro 2022. O primeiro compromisso do Alvinegro no certame será diante do Palmeiras, no sábado, 9, às 21 horas, no Allianz Parque, em São Paulo. Em coletiva pré-jogo, concedida na manhã desta quinta-feira, 7, o atacante Zé Roberto ressaltou a qualidade do adversário e a dificuldade da partida.

“Vai ser um jogo extremamente difícil. Para a gente conseguir o resultado vai ter que competir muito. A gente sabe que o time do Palmeiras, além de ser muito qualificado, eles competem muito. O treinador passa isso para eles e os jogadores são muito vibrantes. Temos que brigar por cada bola e por cada lance. Também sabemos da pressão da torcida, a pressão que vai ser para o árbitro. É complicado jogar contra time paulista lá. O árbitro, às vezes, mesmo inconscientemente acaba pendendo para lá (time mandante). A gente vai procurar competir e fazer o que pediu o professor”, destacou.

Zé Roberto comentou sobre o esquema defensivo do Verdão e de como os jogadores de ataque do Alvinegro podem se livrar da marcação do time paulista. “A gente vê bastante jogos deles (Palmeiras) e a gente sabe como é. Gustavo Gomez comanda a zaga. Tem muito contato, também vai tentar mexer com nosso psicológico. Temos que esquecer isso porque ele sempre vai querer se impor na força. Tentar ao máximo evitar o contato, esse choque para poder sempre ganhar na velocidade e na movimentação. É aproveitar as oportunidades, se posicionar bem para poder fazer gols. A gente viu o jogo contra o São Paulo em que eles perderam. Então, a gente viu como a gente pode se posicionar, achar os espaços e marcar gols”, frisou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O Vovô enfrentará uma sequência pesada de jogos com a fase de grupos da Copa Sul-Americana e o início do Campeonato Brasileiro, além da terceira fase da Copa do Brasil. “O último jogo foi extremamente difícil. Mas, a gente já virou a chave. A gente sabe a importância desse jogo, de conseguir uma virada contra um time difícil que é o do Independiente. Foi importante, mas agora temos que pensar no Brasileiro. Vai ter uma sequência muito forte. São jogos difíceis”

“A gente está procurando se preparar, o time todo homogêneo para quando o professor precisar darmos conta do recado, tanto fisicamente quanto tecnicamente. Se preparar bem, se manter forte para pegar essa sequência extremamente difícil e poder fazer bons jogos e vencer. A gente tem que trabalhar muito o nosso psicológico. É diferente jogar fora de casa. Mas, é esquecer a pressão da torcida deles, tentar fazer um bom jogo e sair com um placar favorável”, completou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar