Participamos do

Tiago Nunes rodará o elenco no primeiros jogos do Ceará na Copa do Nordeste

Com jogadores positivados para Covid-19 e pouco tempo de pré-temporada, técnico do Vovô expôs em coletiva nesta terça-feira, 25, que irá utilizar primeiros jogos da temporada para dar ritmo aos atletas
16:21 | Jan. 25, 2022
Autor Iara Costa
Foto do autor
Iara Costa Repórter do caderno de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Na semana de estreia na Copa do Nordeste diante do Sergipe, o Ceará possui nove atletas com positivados com Covid-19. Deste modo, além de ter os novos reforços ainda se adaptando ao grupo, o Vovô também terá desfalques consideráveis para o duelo. Em coletiva cedida nesta terça-feira, 25, o técnico Tiago Nunes pontuou o quanto a contaminação atrapalha na sequência de preparação e falou também sobre o tempo de pré-temporada. 

Sobre os dias de treino que antecipam a estreia na temporada, Tiago Nunes disse valorizar o tempo que o grupo ganhou, mas ainda o classificou como "pouco. "Quando você não tem nada e passa a ter pouco, o pouco já é algo que tem que ser valorizado. Pensando numa temporada com cinco competições, com tantos jogos que vamos disputar, 20 e 30 dias de pré-temporada não tem como você preparar de maneira adequada uma equipe. Essa não é uma realidade só nossa, é do futebol brasileiro. Dentro da nossa realidade foi algo muito bom", ressaltou o treinador, que salientou que ainda deve utilizar os primeiros jogos do calendário para encontrar o melhor encaixe para a equipe.

"Ainda quero utilizar de jogos da Copa do Nordeste para rodar o elenco, dar ritmo para muitos atletas, para que a gente possa chegar nas fases mais importantes das competições já em condições, com uma equipe estabelecida e boa parte do grupo em uma condição física ideal e sustentar a temporada até o final", expôs. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para o jogo inicial da temporada, diante do Sergipe, talvez a rodagem no elenco não seja tão grande, já que nove jogadores devem estar fora após positivarem pra Covid-19. Para Tiago Nunes, entretanto, o lado mais negativo do diagnóstico positivo dos jogadores é a quebra de sequência na preparação. 

"O que mais nos atrapalha é a sequência de preparação inicial desses atletas. Na prática, sempre que um atleta é diagnosticado com Covid-19 ele tem, no mínimo, de sete a oito dias de reclusão. Nesse período inicial onde o tempo vale tanto, esses atletas acabam perdendo um período importante e vão ter que retomar esse tempo a partir do retorno deles. Isso vai atrasar a preparação. O que me preocupa não são os jogos iniciais, mas a preparação desses caras para que eles possam ter uma condição adequada e não ter que iniciar uma temporada já atropelando o processo e essas etapas de preparação", revelou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags