Participamos do

Marca própria do Ceará, Vozão vendeu R$ 16 milhões até novembro

Presidente Robinson de Castro falou em coletiva que a marca já consegue se desassociar do futebol e vender até mesmo em momentos ruins do clube: "é um case de varejo"
15:40 | Dez. 15, 2021
Autor Lennon Costa
Foto do autor
Lennon Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em coletiva realizada nesta terça-feira, 14, o presidente do Ceará, Robinson de Castro falou sobre o sucesso da marca própria Vozão. Segundo o dirigente, a empresa gerou 16 milhões de reais em vendas antes mesmo de dezembro, que costuma ser um mês de alta no varejo.

"Até novembro, a marca Vozão vendeu 12 milhões de reais só pelo varejo, além de quatro milhões para outros lojistas. Se somar, a marca Vozão gerou 16 milhões em vendas. Isso é fora da curva e muito. Isso porque ainda teremos o mês de dezembro que é um mês de alta, com muitas vendas. O Ceará hoje é um case de varejo".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Robinson ainda destacou que a marca já conseguiu se desassociar do futebol, e consegue vender bem até em momentos ruins.

"O torcedor do Ceará é apaixonado por esta marca, e isso é um conjunto de coisas que se uniu. Desde a implantação da marca Vozão, no final de 2019, a marca conseguiu até se desassociar do futebol. Vende na pandemia, vende num momento ruim do clube. A marca é muito forte e a gente conseguiu criar essa identificação da marca com o torcedor".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags