Participamos do

Próximos do Z-4, Ceará e Bahia se enfrentam em jogo atrasado pela Série A

O embate marca o reencontro entre o Vovô e Guto Ferreira, ex-treinador do Alvinegro e atualmente no Esquadrão. O duelo acontece nesta quarta-feira, 27, às 19 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), pela 23ª rodada
18:50 | Out. 26, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Próximos da zona de rebaixamento, Ceará e Bahia se enfrentam nesta quarta-feira, 27, às 19 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA), para cumprir o jogo em atraso válido pela 23ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Vovô, 14º colocado, quer encerrar o jejum de vitórias como visitante no campeonato, enquanto o Esquadrão (15º) busca manter a boa fase com Guto Ferreira — velho conhecido da torcida alvinegra.

Separados por um ponto na tabela de classificação, o confronto vale muito para as duas equipes e marca o reencontro entre Ceará e "Gordiola", desta vez como adversários. Pressionado, o Vovô não vence uma partida há mais de 30 dias. Nos últimos 13 jogos que disputou, o Alvinegro derrotou somente a lanterna Chapecoense-SC, no dia 25 de agosto, pela 21ª rodada. Nos 12 embates restantes, foram cinco derrotas e sete empates, o que representa 25% de aproveitamento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para alcançar a vitória em Salvador e se afastar do Z-4 — já que a distância para o Santos (17º) é de três pontos —, o escrete preto-e-branco terá de superar um problema que perdura no Brasileirão: o péssimo desempenho quando atua como visitante. Jogando longe de casa, o Alvinegro tem o pior aproveitamento entre todos os clubes do torneio, com 20,51%. Em 13 partidas, foram oito empates e cinco derrotas, além de 17 gols sofridos e sete marcados.

O Bahia, por outro lado, vem em uma crescente desde que o treinador Guto Ferreira assumiu o comando do clube. O técnico ex-Ceará ainda não sofreu derrotas em seu retorno ao Tricolor Baiano. Em quatro jogos, o Esquadrão venceu dois e empatou dois, totalizando 66% de aproveitamento. Neste recorte de partidas, inclusive, a equipe — detentora da segunda pior defesa do campeonato, com 38 gols sofridos — não foi vazada em nenhum confronto, feito que não acontecia desde 1986.

Para o duelo, Tiago Nunes terá o importante retorno do meio-campista Vina, que cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo diante do Juventude-RS, na última rodada. O camisa 25 tem a maior média de finalizações do elenco alvinegro por partida e é titular absoluto do treinador gaúcho. O lateral-direito Igor, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, está fora do jogo. Gabriel Dias deve ser o substituto.

Já “Gordiola” não poderá contar com o goleiro Matheus Teixeira, lesionado. O atacante Rossi é dúvida. Em contrapartida, o comandante tricolor terá à disposição o meio-campista Lucas Mugni. O argentino cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo contra a Chapecoense-SC e volta a ser opção.

Bahia x Ceará

Bahia
4-3-3: Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick, Daniel e Lucas Mugni; Juninho Capixaba, Gilberto e Raí Nascimento. Técnico: Guto Ferreira.

Ceará
4-2-3-1: João Ricardo; Gabriel Dias, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Marlon e Fernando Sobral; Mendoza, Vina e Erick; Jael (Cléber). Técnico: Tiago Nunes.

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 26/10/2021
Horário: 19 horas
Árbitro: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Mauro Cezar Evangelista de Sousa (PI)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Transmissão: Premiere, TNT, Rádio O POVO CBN AM 1010 e FM 95.5, Facebook e YouTube do O POVO Online.

Confira matéria completa em opovo.com.br/esportes ou acesse o link na bio. (Foto: Aurélio Alves/O POVO)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags