Participamos do

Aspirantes: Ceará vence o Grêmio no 1º jogo da final e fica perto do bi na competição

A equipe do Porangabuçu bateu o Grêmio por 2 a 1 no primeiro jogo da final, disputado no estádio Carlos de Alencar Pinto. Duelo da volta será dia 27 em Porto Alegre
17:58 | Out. 21, 2021
Autor Lucas Mota
Foto do autor
Lucas Mota Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Atual campeão do Brasileiro de Aspirantes (Sub-23), o Ceará deu passo importante em busca do bi na competição, na tarde desta quinta-feira, 21. A equipe do Porangabuçu bateu o Grêmio por 2 a 1 no primeiro jogo da final, disputado no estádio Carlos de Alencar Pinto, o Vovozão.

Os gols dos cearenses foram marcados por Léo Rafael e Hélio Borges. Os gaúchos diminuíram nos acréscimos da partida com Pedro Lucas.

O duelo da volta está marcado para a próxima quarta-feira, 27, em Porto Alegre. O Vovô tem a vantagem de jogar pelo empate para ficar com o título do campeonato pelo segundo ano consecutivo. Em 2020, os cearenses foram campeões após bater o Vila Nova nos pênaltis.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na partida da ida, o Alvinegro foi superior e mostrou eficiência para converter as chances criadas. A novidade na escalação do Vovô para o confronto ficou por conta da presença de Klaus (27 anos), Naressi (23) e Oliveira (28), jogadores do elenco principal do clube. O regulamento da competição permite a utilização de até quatro atletas acima de 23 anos.

 

O Ceará teve atuação consistente no primeiro tempo, sendo superior ao rival na maior parte dos 45 minutos iniciais. Com marcação alta, a equipe comandada pelo técnico Daniel Azambuja dificultou a saída de bola gremista. Desta forma, o Alvinegro se aproveitou de erros de passes do Grêmio e encaixou jogadas no campo ofensivo, levando perigo para a defesa gaúcha.

O time cearense acabou desperdiçando oportunidades por erros na tomada de decisão, quando a zaga adversária estava desarrumada. Em uma delas, aos dez minutos, Hélio Borges recebeu em profundidade na entrada da área, de frente para o goleiro Felipe Sheibig. Em vez de finalizar, o camisa 11 tocou errado na busca por Cristiano.

Em escanteio cobrado, Klaus quase marca de cabeça. A bola passou raspando na trave da meta gremista.

Aos 23 minutos, os mandantes conseguiram converter o volume ofensivo em gol. Em jogada iniciada por chutão do goleiro André Luiz, a pelota sobrou para Naressi que serviu Léo Rafael. O camisa 7 só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Letárgico, os visitantes só "acordaram" na reta final do primeiro tempo, quando incomodaram a defesa do Alvinegro. Nos acréscimos, o lateral-esquerdo Thiago Rosa teve a grande chance para empatar. Ele recebeu dentro da área, mas chutou pra fora.

Na segunda etapa, o Grêmio voltou mais agressivo em busca de igualar o marcador. Com o Ceará mais recuado, o Imortal passou a rondar a área do Vovô. Entretanto, os gaúchos pecavam nas finalizações.

Sem aproveitar as chances criadas, o time visitante foi castigado. Em jogada trabalhada, Léo Rafael deixou Hélio Borges de frente para o goleiro adversário. O camisa 11 fintou o zagueiro e bateu com categoria para ampliar.

Nos acréscimos, Pedro Lucas diminuiu para o Grêmio, mantendo a equipe de Porto Alegre viva para o segundo confronto.

Ficha técnica

Ceará 2 x 0 Grêmio

Ceará
4-2-3-1: André Luiz; Marcos Victor (Matheus Índio), Klaus, Alan e Alessandro (Victor Hugo); Oliveira, Naressi e Marco Antônio (Danrley); Léo Rafael (André Magno), Cristiano e Hélio Borges (Jhoninha). Téc: Daniel Azambuja

Grêmio
4-3-3: Felipe Sheibig; Lucas Kawan, Ericson, Heitor e Thiago Rosa (Juan Christian); Bitello (Jefferson Vinicius), Jhonata Varela e Pedro Lucas; Vini Paulista (Ronald), Elias Manoel e Wesley (Emerson). Téc: César Lopes

Gols: 23MIN/1T - Léo Rafael; 11MIN/2T - Hélio Borges; 48MIN/2T - Pedro Lucas

Data: 21/10/2021
Local: Estádio Carlos de Alencar Pinto-CE
Árbitro: Douglas Marques das Flores-SP
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa-SP (Fifa) e Anderson José de Moraes Coelho-SP
Cartões amarelos: Alan Uchoa, Victor Hugo (CEA)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags