Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Jô Soares: entenda sua paixão por futebol e pelo Fluminense

Eternizado como apresentador, comediante e escritor, Jô Soares, que morreu hoje, teve seu trabalho influenciado pelo futebol, além da paixão pelo Fluminense

Jô Soares morreu aos 84 anos de idade na madrugada desta sexta-feira, 5, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 28 de julho com um quadro de pneumonia.

Apesar de ser sido eternizado como comediante, nome importante no teatro, grande escritor e apresentador do talk show mais famoso do país, Jô Soares tinha uma ligação especial com o futebol e o Fluminense era o seu time do coração.

Futebol teve influência no trabalho de Jô Soares

Jô Soares teve muitos personagens durante sua carreira e muitos deles foram influenciados pelo futebol. O Zé da Galera surgiu nos anos 80 e foi um dos mais famosos com o bordão "bota ponto na seleção, Telê", no seu programa "Viva o Gordo"

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A participação do Zé da Galera consistia com ele ligando de um orelhão para o técnico da Seleção Brasileira, na época Telê Santana, para dar suas opiniões cheias de humor sobre a seleção brasileira, que jogava a Copa do Mundo de 1982.

Jô Soares participou de livro sobre a Copa do Mundo

Jô Soares também teve seu nome eternizado na literatura e apesar do livro "O Xangô de Baker Street" ser o mais famoso e até ter ganhado um filme, ele também escreveu em um livro sobre a Copa do Mundo de 1994.

No livro "A Copa que Ninguém Viu e a que Não Queremos Lembrar" (1994), juntamente com Armando Nogueira, Jô Soares escreveu sobre o mundial de 1954 e a lendária seleção da Hungria.

Além disso, apresentador chegou a entrevistar inúmeros jogadores e personalidades do futebol em seus programas.

Jô Soares era torcedor do Fluminense

Jô Soares chegou a relatar como era sua relação com o Fluminense em entrevista ao Bola da Vez, da ESPN.

“Com o tempo, fui me desvinculando da paixão clubística, porque o futebol passou a me interessar mais pela sua qualidade do que pela paixão clubística. Aí não dá para assistir a qualquer campeonato europeu, para mim principalmente o Campeonato Inglês, e deixar de ver um jogo para assistir a um do Fluminense, eu não consigo”, declarou.

Um dos seus personagens históricos era o Zé da Galera, que nos anos 80 estava sempre em contato com o técnico da Seleção Brasileira e pedia sem hesitação: "Bota ponta, Telê".

Até agora a causa da morte de Jô Soares não foi revelada. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o fim do mês passado.

Fluminense lamenta morte de Jô Soares

Para homenagear a paixão que Jô Soares tinha pelo Fluminense, o clube publicou uma nota lamentando a morte do torcedor ilustre.

“O Fluminense lamenta profundamente a morte do apresentador, humorista, ator e escritor Jô Soares, um dos principais nomes do cenário cultural brasileiro e Tricolor de coração. Desejamos muita força aos amigos e familiares”, escreveu o time nas redes sociais.

Pelé publicou texto sobre morte de Jô Soares

Apesar de ser conhecido como um comediante histórico, nome importante no teatro, grande escritor e por ter feito, por quase três décadas, o talk show mais famoso do país, Jô Soares tinha uma ligação próxima com o futebol, além de ter sido um torcedor ilustre do Fluminense.

Em suas redes sociais, Pelé lamentou o falecimento do humorista Jô Soares, que tinha uma grande paixão por futebol.

"Jô era um grande amigo, inteligente, perspicaz, bem humorado e que adorava uma boa conversa. Acordo muito triste com a notícia de que essa grande estrela nos deixou. Apesar daquela famosa fala do filme, não, eu não sou Jô Soares. Mas como profundo admirador, eu adoraria ter sido", disse.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar