Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Decisão do STJD sobre o Campeonato Cearense não define rebaixamento; entenda

Processo que julgará a escalação de um jogador irregular por parte do Icasa deve voltar à pauta do TJDF, após homologação dos resultados do certame

Com a decisão do STJD em anular o julgamento que o TJDF-CE havia feito da situação do Crato no Campeonato Cearense de 2022, a Federação Cearense de Futebol pode finalmente homologar os resultados da competição, garantindo assim a manutenção do que aconteceu em campo.

Dessa forma, o tetracampeonato estadual do Fortaleza, por exemplo, está totalmente assegurado, assim como todas as outras classificações que o certame oferece. A única coisa que pode ser alterada, no entanto, é a questão do rebaixamento. Mesmo com a decisão do STJD, o Icasa ainda será julgado por ter escalado um jogador de forma irregular.

O processo, de número 641, está com a 2ª comissão disciplinar do TJDF-CE e até já esteve em pauta, mas foi retirado de pauta até a conclusão dos trâmites sobre o Estadual, que foram resolvidos nesta quinta-feira, 23. Em breve, uma nova sessão será marcada.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O Verdão escalou o lateral e meia-esquerda Leandro Mendes, na partida contra o Iguatu, válida pela 14ª rodada do certame, no estádio Morenão. O jogador deveria estar suspenso, já que tinha sido advertido com cartões amarelos nas partidas contra Crato (8ª rodada), Ferroviário (12ª rodada) e Maracanã (13ª rodada). A denúncia ao Tribunal foi feita pelo Atlético-CÊ, que anexou as súmulas como prova. A diretoria do Icasa chegou a reconhecer o erro publicamente.

Se for condenado, o time caririense perderá os pontos que conquistou na partida (1) e mais o número de pontos atribuídos a uma vitória (3). Caso isso ocorra, o Icasa troca de posição com o Atlético-CE e será rebaixado para a segunda divisão estadual.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar