Participamos do

FCF tem contrato com empresa particular para monitorar possíveis manipulações em jogos

A empresa contratada segue monitorando os jogos do Estadual e, segundo Carmélio, se qualquer indício de manipulação é encontrado, há um encaminhamento do material colhido aos órgãos cabíveis
21:28 | Jan. 25, 2022
Autor Brenno Rebouças
Foto do autor
Brenno Rebouças Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Além das investigação que o TJDF-CE e o Ministério Público do Estado do Ceará estão realizando sobre as supostas manipulações de partidas do futebol cearense, a própria Federação Cearense de Futebol conta com uma empresa que analisa possíveis fraudes nos jogos chancelados por ela.

A revelação foi feita pelo próprio presidente da FCF, Mauro Carmélio, em entrevista ao programa Esportes do Povo, da rádio O POVO CBN, nesta terça-feira, 25. Aliás, a mentora do futebol cearense conta com esse serviço desde 2021 e quando possíveis manipulações são constatadas, os relatórios são encaminhados para a justiça desportiva e MPCE.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Essa preocupação nossa é desde meados de março de 2021 [...] O Reinaldo (presidente da Federação Paulista) e ele me deu o nome de uma empresa que pudesse fiscalizar esses jogos, de segunda e terceira divisão, naquela época. É a mesma empresa que presta serviços para as federações Carioca, do Rio Grande do Sul e de Goiânia. E dentro desse estudo, nós observamos muita coisa. Tem relatórios que foram apresentados tanto ao TJDF como ao Ministério Público, que de imediato, naquela época, encaminhou aos promotores dos municípios denunciados, no caso Caucaia, Barbalha e Crato”, relatou.

A empresa contratada segue monitorando os jogos do Estadual e, segundo Carmélio, se qualquer indício de manipulação é encontrado, há um encaminhamento do material colhido aos órgãos cabíveis.

"Agora surgiu novamente essa história das gravações [...], dá para a gente saber mais ou menos quem está no comando dessa situação, novamente passamos para o Edvando (titular do Nudtor, braço do MPCE), que de imediato acionou os promotores desses municipais o que falei e ficou nisso, mas não satisfeito, comuniquei novamente à CBF (Comissão de Ética), à Polícia Federal e ao TJDF", disse Carmélio.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags