Participamos do

Redução de público nos estádios do Ceará será avaliada para próximo decreto

Presença de público nos estádios de futebol do Estado será avaliada e deve ter capacidade máxima reduzida nas próximas medidas adotadas pelo Governo em meio ao aumento preocupante de casos
21:01 | Jan. 05, 2022
Autor Lucas Mota
Foto do autor
Lucas Mota Repórter na editoria de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A pauta futebol não entrou no novo decreto anunciado pelo governador Camilo Santana nesta quarta-feira, 5. Entretanto, a presença de público nos estádios cearenses será avaliada e deverá ter capacidade máxima reduzida nas próximas medidas adotadas pelo Governo em meio ao aumento preocupante de casos de Covid-19 e Influenza no Ceará, conforme O POVO apurou.

O novo decreto sanitário no Estado, que entra em vigor a partir desta quinta-feira, 6, determina a proibição do Carnaval e Pré-Carnaval e reduz capacidade de público em festas no Ceará por 30 dias. O novo limite é de 250 pessoas em ambientes fechados e 500 pessoas em ambientes abertos.

Por enquanto, a realização dos jogos com torcidas no Estado não sofre qualquer alteração com as novas medidas anunciadas por Camilo Santana. O POVO apurou com fontes ligadas ao Governo que foi levado em consideração o baixo apelo das partidas que serão disputadas durante o mês de janeiro, a maior parte delas sem os dois principais clubes locais: Ceará e Fortaleza.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A capacidade atual liberada para a presença de público nas praças esportivas é de 80%. O Castelão, principal palco para jogos de futebol no Ceará, pode receber até 50 mil pessoas, de acordo com medida ainda em vigor. De todo modo, a arena está impossibilitada para uso. O gramado passa por revitalização e tem previsão de entrega para o fim de janeiro.

O calendário do futebol cearense em 2022 terá início no próximo sábado, 8, com a primeira fase do Estadual, sem a presença de Ceará e Fortaleza. A dupla só entra no torneio a partir das quartas de final, previstas para acontecer em 22 de fevereiro. Disputam agora oito clubes: Atlético-CE, Caucaia, Crato, Ferroviário, Icasa, Iguatu, Maracanã e Pacajus.

Ceará e Fortaleza estreiam na temporada apenas no dia 23 de janeiro, na Copa do Nordeste. O Vovô enfrentará o Globo-RN e deve atuar no Castelão. O Tricolor terá pela frente o Floresta, que será o mandante do confronto - ainda não há local definido pela CBF.

Até o primeiro jogo do Alvinegro e do Leão em 2022, o Governo deve anunciar novo decreto com determinações sobre a presença de público nos estádios, caso o aumento de casos de Covid-19 e Influenza continue no Estado. As medidas divulgadas ontem vigoram de 6 a 16 de janeiro.

Após o início da pandemia de Covid-19 no Estado, em março de 2020, a volta do público aos estádios foi autorizada em outubro do ano passado. A princípio, a capacidade era de 10% da Arena Castelão, em eventos-testes. Ainda no mesmo mês, o limite subiu para 30% e, por fim, para 80%. Apenas torcedores com imunização plena há, pelo menos, 15 dias antes do jogo tinham acesso ao Castelão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags