PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Em ascensão, futebol cearense tem recorde de participação no Campeonato Brasileiro

Nos últimos cinco anos, clubes do Estado conquistaram cinco acessos, dois títulos e dois vices no cenário nacional e se tornou a maior força do NE

17:16 | 27/05/2021
Floresta foi o último clube cearense a conquistar acesso no Campeonato Brasileiro, na temporada de 2020, e disputará a Série C em 2021 (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)
Floresta foi o último clube cearense a conquistar acesso no Campeonato Brasileiro, na temporada de 2020, e disputará a Série C em 2021 (Foto: Ronaldo Oliveira/Floresta EC)

Sete representantes do Estado vão participar das quatro divisões do Campeonato Brasileiro. É a maior quantidade de clubes numa única temporada na competição nacional. Ceará e Fortaleza estão na elite e disputam pela quarta e terceira vez seguida a Série A, respectivamente. Na Terceirona, Ferroviário e Floresta buscam o acesso para a Segundona. Na D, Atlético-CE, Caucaia e Guarany de Sobral.

Fruto da organização financeira e estruturação dos dois principais clubes do Estado, o futebol cearense busca a consolidação na Série A com Ceará e Fortaleza, que chegam para mais uma temporada visando a permanência e mirando a classificação para a Sul-Americana. Os modelos de gestão e o sucesso da dupla puxaram o crescimento das demais equipes.

A ascensão do futebol local fica evidenciada nos últimos cinco anos, quando o Estado carimbou cinco acessos, dois títulos e dois vices e se tornou a maior força do Nordeste. A Federação Cearense de Futebol (FCF) lidera o ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na região ao ultrapassar a Baiana em 2021, após acumular resultados positivos, incluindo as campanhas de Ceará e Fortaleza na Série A e os títulos da Lampions League em 2019 e 2020.

Na temporada de 2019, o Tricolor do Pici terminou a Série A em 9º com 53 pontos, sendo o melhor nordestino e registrando a terceira melhor campanha de um clube da região na era de pontos corridos da Série A. A equipe se classificou para a Sul-Americana e disputou pela primeira vez a competição continental em 2020.

No ano passado, o Ceará foi quem fez a melhor campanha do Nordeste na Série A. O Alvinegro terminou em 11º com 52 pontos, assegurou a vaga para a Sul-Americana e teve o melhor desempenho da história do clube na era de pontos corridos do Brasileirão.

A sequência de acessos teve início em 2017, quando Ceará e Fortaleza subiram de divisão. O Vovô carimbou o retorno à Série A após seis anos ausente no torneio nacional. Já o Tricolor deu fim aos oito anos na Terceirona após campanha que resultou no vice da Série C.

Em 2018, o Leão foi campeão da Série B e voltou a primeira divisão após 12 anos. Na mesma temporada, Edson Cariús comandou o Ferroviário até o título da Série D.

Em 2019, o futebol cearense não conquistou acessos, mas garantiu resultados importantes para as permanências nas Série A e C. Ceará, Fortaleza e Ferroviário mantiveram seus postos no Campeonato Brasileiro.

Em 2020, o Floresta surpreendeu e fez campanha marcante na Série D, terminando como vice e com o acesso em mãos. Além disso, Ceará, Fortaleza e Ferroviário garantiram mais um ano na primeira e terceira divisões.