PUBLICIDADE
Futebol Cearense
GIGANTE DA BARRA

ESPECIAL: Ferrão é campeão da Série D após 23 anos sem conquistar um título

O título é fruto de uma campanha brilhante após ter um início de temporada marcada por oscilação

19:30 | 04/08/2018
Foto: Julio Caesar/O POVO

O ano de 2018 vai ficar na memória do torcedor coral com o acesso para a Série C 2019. Após 23 anos sem conquistas, o Ferroviário sagrou-se campeão da Série D do Campeonato Brasileiro, se tornando apenas o 2º time cearense a vencer uma competição nacional. O título é fruto de uma campanha brilhante após ter um início de temporada marcada por oscilação.

Baixe o pôster de campeão brasileiro do Ferroviário

O Tubarão da Barra bateu o Treze na grande final da Série D. No jogo da ida, Edson Cariús e companhia foram implacáveis e venceram os paraibanos por 3 a 0, no Castelão. No duelo da volta, no estádio Amigão-PB, os comandados de Marcelo Vilar perderam por 1 a 0, resultado que garantiu o título, diante da vantagem feita na 1ª partida.
 
Leia também - Edson Cariús, exclusivo: "O Ferroviário foi tudo para mim"

A campanha do Ferrão na Série D começou sob desconfiança. Apesar de passar em 1º e invicto na fase de grupos, o desempenho do time não empolgava o torcedor. O time terminou a etapa inicial da competição com dez pontos conquistados em duas vitórias e seis empates.

Para o mata-mata, a diretoria trouxe o técnico Marcelo Vilar. O treinador conseguiu tirar o melhor do time. Tanto que o Ferrão foi implacável na fase eliminatória. Edson Cariús subiu de produção e foi decisivo, marcando 11 gols em 10 jogos.

Na 2ª fase, o Ferroviário eliminou o Cordino. Na sequência, bateu o Altos pelas oitavas de final. No jogo do acesso, contra o Campinense pelas quartas de final, o Ferroviário foi gigante e passou pelos paraibanos nas penalidades, com Cariús convertendo a última cobrança.

Na semi mais emoção. O Tubarão venceu o São José na partida de ida por 3 a 1. Na volta, a equipe coral perdeu por 2 a 1, mas suportou a pressão dos gaúchos que jogaram os minutos finais com dois a mais.

Os gols do Ferroviário na partida de ida da final contra o Treze


Números da campanha
7 Vitórias
6 Empates
3 Derrotas

26 Gols marcados
18 Gols sofridos

Todos os jogos na Série D

1ª fase

Cordino 1 x 1 Ferroviário

Ferroviário 1 x 1 4 de Julho

Interporto 2 x 3 Ferroviário

Ferroviário 1 x 1 Interporto

4 Julho 0 x 1 Ferroviário

Ferroviário 0 x 0 Cordino

2ª fase

Cordino 3 x 3 Ferroviário

Ferroviário 1 x 0 Cordino

Oitavas de final

Ferroviário 1 x 1 Altos

Altos 2 x 4 Ferroviário

Quartas de final

Ferroviário 3 x 2 Campinense

Campinense 1 x 0 Ferroviário
(4 x 5 - penalidades)

Semifinal

Ferroviário 3 x 1 São José

São José 2 x 1 Ferroviário

Final

Ferroviário 3 x 0 Treze

Treze 1 x 0 Ferroviário


A campanha do Ferroviário teve personagens decisivos no mata-mata. O trio Edson Cariús, Janeudo e Juninho Quixadá comandou as jogadas ofensivas e foi eficiente de frente para o gol adversário. Com a contribuição deles, o Ferroviário conquistou os resultados necessários para conquistar a Série D do Campeonato Brasileiro. Leia mais

Foto: Julio Caesar/O POVO



O acesso do Ferroviário se concretizou de forma emocionante. Na Série D, o jogo decisivo para subir de divisão acontece nas quartas de final. O Ferrão teve pela frente o Campinense. No jogo da ida, vitória por 3 a 2 no Castelão. Na volta, o Tubarão foi derrotado na casa do rival, mas garantiu a classificação nas penalidades. Leia mais

Foto: Raniery Soares/Correio da Paraíba



O acesso do Ferroviário para a Série C representa mais que apenas um calendário extenso em 2019. É a consolidação da recuperação do status de terceira força do futebol cearense. A diretoria do clube nunca concordou com a perda do posto, se apegando aos títulos longínquos e à tradição da camisa, mas a história recente expõe a queda e a volta por cima do clube coral. Leia mais

Foto: Julio Caesar/O POVO


Após ser vice-campeão do estadual em 2017, o Ferroviário iniciou a temporada 2018 sob altas expectativas do desempenho da equipe diante do calendário cheio: Campeonato Cearense, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D. A trajetória do clube coral foi marcada por oscilação nos primeiros quatro meses do ano, com a eliminação precoce no torneio local, vexame no Nordestão e a campanha surpreendente na Copa do Brasil. Leia mais

Leia também:


Dinheiro contado, quase quatro horas de viagem em cima de uma moto e uma bagagem cheia de incertezas. O amor pelo Ferroviário fez com que o torcedor Júlio César Vidal, 38 anos, saísse do município de Marco até Fortaleza, percorrendo 228,7 km para pedir ajuda para realizar o sonho de assistir à final entre Treze-PB e Ferrão, em Campina Grande. E a loucura pelo clube do coração deu resultado. Leia mais

Comentários