PUBLICIDADE
Futebol
NOTÍCIA

Cearense Raffael lembra plano para trocar camisas com Neymar na Champions League

O jogador teve a chance de disputar o maior torneio do futebol europeu em 2015 e 2016, enfrentando times tradicionais do Velho Continente

Lucas Mota
17:24 | 11/04/2020
Raffael e Neymar após jogo na Champions
Raffael e Neymar após jogo na Champions (Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

Raffael, meia-atacante cearense do Borussia M'Gladbach, marcou seu nome na história do clube ao ser decisivo na classificação da equipe para a Champions League, depois de 38 anos. O jogador teve a chance de disputar o maior torneio do futebol europeu em 2015 e 2016, enfrentando times tradicionais do Velho Continente e craques como Pogba, Messi e Neymar.

+ "Falta eu jogar no time do meu coração", diz Raffael sobre o Ceará

No caso do principal nome do futebol brasileiro na atualidade, Raffael tem uma história curiosa. O Borussia M'Gladbach caiu na chave do Barcelona, na Champions League de 2015. O cearense não podia deixar passar a oportunidade de trocar camisas com Neymar e levar os filhos para conhecê-lo.

+ Do bairro de Fátima para a Alemanha: a trajetória do cearense Raffael, ídolo no futebol alemão

"Armei um plano", lembrou Raffael aos risos em entrevista exclusiva ao Esportes O POVO, em live no Instagram.

O cearense teve a ajuda de outro jogador brasileiro: o lateral-esquerdo Adriano, que jogava no Barcelona e atualmente está no Athletico-PR. "Falei com o Adriano para que o Neymar não trocasse de camisa com ninguém, só comigo. Estiquei porque queria da camisa do Neymar", contou.

Quando os jogadores estavam enfileirados no túnel, à beira do gramado, Neymar falou com Raffael, surpreendendo o meia-atacante. "Ele veio até mim: 'Rafa, depois do jogo, a gente troca as camisas. O Adriano me falo'. 'Te agradeço demais', eu disse."

Após a partida, Raffael levou os filhos para conhecer Neymar nos vestiários. O registro do encontro foi parar nas redes sociais do cearense. "Para os meus filhos, o Neymar é o jogador máximo deste planeta."