PUBLICIDADE
No Limite
Noticia

Wesley Safadão anima festa luau de participantes do reality "No Limite"

O show do cantor cearense fez parte do prêmio conquistado em uma das provas do reality. Junto do luau, a equipe vencedora da Prova do Privilégio conquistou itens de sobrevivência

07:18 | 08/06/2021
O cantor fez um show com alguns dos principais sucessos  (Foto: Rede Globo/Reprodução)
O cantor fez um show com alguns dos principais sucessos (Foto: Rede Globo/Reprodução)

O cantor Wesley Safadão fez a animação de uma festa luau para integrantes de uma das tribos do programa de sobrevivência "No Limite", transmitido pela TV Globo. A tribo Carcará foi a vencedora da Prova do Privilégio, que garante recursos de sobrevivência, como itens de acampamento e alimentos. Além de um show particular de Wesley em um luau com direito a churrasco e cerveja, a equipe também conquistou 2 tapetes e alimentos como arroz, feijão, frango, banana e doce de leite.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por No Limite (@nolimite)

O cantor chegou acompanhado do apresentador do programa André Marques. O show aconteceu na praia da Barra da Sucatinga, no município de Beberibe, distante 83 km de Fortaleza e local escolhido para sediar a edição de 2021 do reality de sobrevivência. Para conquistar o momento de descontração, a equipe Calango teve que vencer uma prova que envolvia trabalho em equipe, coordenação e delicadeza.

Os participantes deveriam transportar bolas em cima de varas de bambu, passando por obstáculos como uma cama de gato e duas traves. Ao chegarem, deveriam colocar as esferas em uma prateleira, voltar pelo meio da cama de gato e entregar as varas para outra dupla, que realizariam o mesmo trajeto.

Ao finalizar o transporte de todas as 6 bolas, um participante de cada equipe seria escolhido como arremessador, que deveria encaixar 3 bolas em um cesto. Venceria a equipe que primeiro completasse todas as etapas. Guilherme foi o arremessador da equipe Calango e conquistou o privilégio junto de sua equipe. 

“Eu queria muito vencer essa prova por que eu tô segurando muito a onda. Eu tô suspirando contando até 10. Eu tô comendo meio que olhando para o da galera”, disse Arcrebiano, participante da equipe perdedora da prova. Mesmo entristecidos, os integrantes da Carcará realizaram seu próprio luau, cantando músicas e dançando.