Participamos do

Machismo? Erasmo e Mussunzinho se defendem: "Não tem argumento"

Em A Fazenda, Erasmo e Mussunzinho afirmaram que as peoas não sabem o que é machismo e usaram o termo de maneira errada
11:47 | Set. 30, 2021
Autor Ana Flávia Marques
Foto do autor
Ana Flávia Marques Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após ser chamado de machista, Erasmo Viana reclamou com os colegas de "A Fazenda 13". Em conversa na mesa de jantar, o empresário discutiu com Mussunzinho, Tati, Solange e MC Gui sobre as justificativas de voto na formação da segunda roça do reality e criticou do uso o termo "machista".

Mussunzinho relembrou a justificativa de Erika, que havia sido a fazendeira da semana e o indicou à roça. A peoa afirmou que não foi respeitada na hora de delegar as atividades e chegou a declarar: "Não é porque eu sou mulher que eu sou menos ou que não consiga fazer as coisas, é o contrário, acho que aqui é de igual para igual". 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Após o discurso, ela acabou indicando Mussunzinho, que não gostou nada da justificativa e reclamou com os colegas. "Votou como machismo, [...] aí depois quando vai votar, me bota na bola como se eu fosse machista. 'Ah, eu vi a atitude de algumas pessoas', tá, então dá nome aos bois", declarou. 

Erasmo concordou com o peão e insinuou que Erika havia usado o termo de maneira errada. "A pessoa tem que saber o que é machismo, saber a causa", disse. "As pessoas têm que ter maturidade e discernimento para levantar uma bandeira e botar no c* dos outros sabendo que você está brincando com uma vida. Se você não tem noção do que você está falando, não fala que você vai falar mer**", acrescentou Mussunzinho.

Erasmo relembrou o momento que Liziane Gutierrez, a primeira eliminada, o chamou de machista. "Igual a Liziane, ela me chamou de machista, em nenhum momento eu fui machista. Eu fui grosso com ela, é diferente. Em nenhum momento eu levei pela inferioridade, falei que ela era incapaz de alguma coisa. Eu estourei com ela em um momento de competição em que ela me colocou em uma situação que eu não queria estar", justificou.

O empresário também citou uma conversa com Marina Ferrari. "Mesma coisa com a Marina. Falei com ela: 'Velho, você tem que saber as palavras que você está usando'. Em nenhum momento eu fui machista aqui com ninguém", afirmou.

"As pessoas já não têm argumento e estão querendo usar essa bandeira que é uma bandeira tão nobre, que as mulheres têm que lutar por isso, mesma coisa do machismo, LGBT, de não sei o quê. Todo mundo tem que saber um pouco desses assuntos, mas não é querer falar que tudo é isso ou aquilo. É o que você falou, é uma vida que está por trás. A pessoa fala de mim, me mostra então qual foi a atitude machista que eu tive", declarou.

Mussunzinho trouxe à tona uma conversa que teve antes com Erika, quando questionou a peoa se havia sido desrespeitoso com ela em algum momento. "Foi o que eu falei com ela ali, 'me pontua", relembrou. "São os ativistas de internet, de Instagram", disse aos colegas.

"O problema aqui dentro é muito isso, as pessoas apontam o dedo para alguém e não tem como pontuar", opinou MC Gui. "A gente como mulher, se tem homem agindo com machismo aqui, a gente como mulher vai estar fechando com eles?", disse Tati, concordando com os peões.

"É uma parada que não vive também", afirmou MC Gui. "Não vive, sabe por quê? Porque tem três diaristas, o biquíni fica ali apodrecendo, não tira nem o próprio biquíni do banheiro", declarou Mussunzinho, alfinetando as peoas. "Quer levantar uma bandeira que sabe que o público lá fora vai ficar em cima", disse Tati.

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags