Participamos do

Ministério Público de MG denuncia cantor Eduardo Costa por estelionato

O Ministério Público de Minas Gerais denunciou o cantor sertanejo Eduardo Costa e seu cunhado, Gustavo Caetano Silva
16:16 | Nov. 30, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) abriu denúncias contra o cantor sertanejo Eduardo Costa e seu cunhado, Gustavo Caetano Silva. Os dois foram denunciados à 11ª Vara Criminal da Comarca de Belo Horizonte pelo crime de estelionato. As informações foram divulgadas pelo portal G1.

As investigações iniciaram há quatro anos, quando Eduardo Costa negociou um imóvel no município de Capitólio em troca da propriedade de um casal na capital mineira.

Na época, a polícia afirmou que a construção do cantor valia entre R$ 6,5 milhões e R$ 7 milhões. Já o imóvel do casal era avaliada em R$ 9 milhões. Para sanar a diferença, o artista pagaria o restante com uma lancha, um carro de luxo e uma moto aquática.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A denúncia do MPMG, porém, indica que a propriedade de Eduardo Costa teve seu terreno avaliado em R$ 5,6 milhões. Além disso, ao registrar o imóvel do Capitólio, o casal descobriu que o lugar era alvo de uma ação civil pública do Ministério Público Federal (MPF) e de um pedido de demolição de construção por parte da Furnas Centrais Elétricas.

De acordo com Eduardo Costa, os compradores sabiam das condições do terreno. Segundo o G1, o Ministério Público de Minas Gerais e a assessoria de imprensa do artista não vão se pronunciar sobre o assunto.

Tenha acesso a todos os colunistas. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags