Participamos do

Ceará tem 80% das UTIs infantis ocupadas por pacientes com Covid-19

Monitoramento considera unidades médicas públicas e particulares
17:50 | Out. 15, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ceará registra ocupação de 46,55% das suas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) voltadas para o tratamento de Covid-19, conforme dados publicados na plataforma IntegraSUS, da Secretária da Saúde do Estado (Sesa), às 17h03min desta sexta-feira, 15. O monitoramento considera unidades médicas públicas e particulares. Em análise mais detalhada, é possível observar que a UTI infantil é a ala com o maior índice de ocupação, registrando 80%.

Na sequência, aparece a parte do equipamento voltada ao tratamento de adultos, com percentual de 44,23%. Alas voltadas para atendimento de gestantes e de neonatal não apresentam leitos ativos.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Nas enfermarias, a média geral de ocupação é de 17,53%. O índice maior é percebido na ala infantil, que está ocupada em 40,35%. Em seguida, o sistema apresenta a ala adulta com índice de 10,21%. Enfermarias voltadas para gestantes e neonatal não apresentam leitos ativos.

No Hospital Leonardo da Vinci (HELV), referência no tratamento da doença no Estado, há atualmente 19 leitos de UTI adulto ativos. Desses, 15 estão ocupados. Na enfermaria adulto, oito dos 10 leitos disponíveis estão ocupados.

O Ceará tem nove pessoas na fila de espera por leitos específicos de tratamento da doença, conforme dados do IntegraSUS coletados até às 12h32min desta sexta-feira, 15. Desses pacientes, sete estão aguardando para serem transferidos a enfermarias e dois esperam para serem levados a UTIs.

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags