PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Xepa de vacina contra Covid-19 existe em Fortaleza? Saiba como o processo funciona

Secretária da Saúde Municipal (SMS) garantiu que a campanha de imunização na Capital quase não atua com doses remanescentes; justificativa foi dada após a influencer Thyane Dantas ter se vacinado sem estar na idade contemplada e alegar uso de sobras

Gabriela Almeida
20:57 | 09/07/2021
Doses que sobram ao final do dia têm sido aproveitadas. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Doses que sobram ao final do dia têm sido aproveitadas. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Evitando desperdiçar vacinas contra Covid-19, alguns municípios brasileiros têm utilizado doses que sobram ao final do dia em equipamentos destinados à vacinação, como postos de saúde, para aplicar em indivíduos que estejam no local mesmo sem agendamento. O ato se popularizou pelo termo "xepa", em referência às feiras de ruas, e em Fortaleza tem sido realizado de forma "mínima" ou quase inexistente, segundo a Secretaria da Saúde Municipal de Fortaleza (SMS).

A informação sobre a realização do procedimento foi divulgada pela pasta em live transmitida nas redes sociais, nesta sexta-feira, 9. Na ocasião, Aline Gouveia, secretária adjunta da SMS, afirmou que as equipes da vacinação na Capital atuam para não deixar sobrar doses ao final do dia. "A gente quase não tem ou nem tem doses remanescentes ao final do dia. Se ainda assim acontecer, as equipes estão instruídas para busca ativa no local, de pessoas que estejam no público-alvo da campanha, priorizando pessoas de maior idade", informou a secretária durante transmissão.

LEIA MAIS | Sem xepa: Prefeitura diz que não há sobra de doses, argumento de Thyane para vacina

+ Taxa de positividade da Covid-19 está abaixo de 50% em todas as regiões do Ceará

+ Fortaleza volta a agendar 1ª dose: veja lista de vacinação para sábado, 10 de julho (10/07)

Como destacou a representante, o procedimento só pode ser realizado no final do dia, quando a aplicação é encerrada e se torna necessário utilizar as doses remanescentes para não desperdiça-las. Gouveia também destacou que entre as quatro marcas de imunizantes utilizados em Fortaleza contra o vírus pandêmico, uma pode ser utilizada até o dia seguinte, mas não chegou a dar detalhes de qual se tratava. 

O POVO entrou em contato com a pasta e solicitou uma entrevista com a representante ou com alguma outra fonte da área para informações mais detalhadas sobre a xepa. No entanto, o órgão informou que não poderia disponibilizar alguém para falar sobre o assunto no momento e destacou que as informações já haviam sido divulgadas pela secretária.

A justificativa em relação a xepa foi dada pela pasta um dia após Thyane Dantas, influencer digital, ter sido imunizada ao lado do marido, o cantor Wesley Safadão, contra a Covid-19 em Fortaleza. Por ser nascida em 1991, a influencer não está na faixa etária contemplada no Município, o que levantou suspeitas sobre ela ter furado a fila. Como justificativa, Dantas teria alegado que se vacinou com doses remanescentes.

Gouveia rebateu o argumento da influencer durante a live, informando que a vacinação nessa quinta-feira, 8, foi finalizada às 17 horas e que não houve possibilidade de ter existido sobras no período em que o casal se vacinou, pela manhã. Além disso, Wesley estava agendado para se vacinar no Centro de Eventos e se vacinou em um shopping, com a vacina da Janssen, dose única. Ministério Público investiga o casal.

Prazo de uso das doses

Segundo Edson Teixeira, imunologista e professor no curso de medicina da Universidade Federal do Ceará (UFC), as vacinas são transportadas em frascos. Cada vidrinho comporta uma quantidade certa de doses, descritas na bula. Uma dose é equivalente a 0,5 ml e em média o frasco rende de cinco a seis aplicações.

Acontece que esses frascos precisam se manter dentro de uma rede de frios, fechados, para que as doses não sejam danificadas e possam ser utilizadas com a eficácia prevista no processo de imunização. "Elas não chegam em doses separadas e depois que você abre o frasco você tem que distribuir essas doses e o frasco não pode retornar para o frio", explica o especialista.

Por essa razão, municípios brasileiros têm optado por aplicar essas doses de sangria, como também são conhecidas as sobras, em indivíduos que estejam no local da vacinação e que se aproximem da faixa etária contemplada. Em Fortaleza, a SMS assegura que atua com estratégias para evitar precisar do processo.

Veja vídeo da SMS: