Participamos do

Luiza Trajano: País terá grande quantidade de vacinas em julho

A empresária faz parte do movimento Unidos Pela Vacina, criado pelo Grupo Mulheres do Brasil junto de empresários brasileiros com objetivo comum de acelerar a imunização em massa da população
23:16 | Jun. 02, 2021
Autor Mateus Brisa
Foto do autor
Mateus Brisa Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Corrigida em 3 de junho de 2021, às 21h30min

Em palestra virtual realizada nesta quarta-feira, 2, a empresária Luiza Trajano declarou que o Brasil terá, em julho, “grande quantidade de vacinas disponíveis”. Ela destacou que a meta do movimento Unidos Pela Vacina era atingir essa porcentagem até setembro deste ano, “mas infelizmente aconteceram fatos políticos que atrasaram a chegada” do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), insumo necessário para a fabricação de imunizantes.

“Só que estamos em permanente contato com vários laboratórios internacionais e diversas outras pessoas estratégicas com a intenção de ajudar o Ministério da Saúde a adquirir estas vacinas com agilidade; teremos boas notícias em breve”, acrescentou Luiza. “Muitas cidades têm problemas de logística e de falta de estrutura. Por isso doamos notebooks, insumos, seringas e o que precisam para que recebam, distribuam e apliquem os imunizantes. O SUS tem estrutura e capacidade para vacinar quatro milhões de pessoas por dia”, declarou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA MAIS | Luiza Trajano: Sociedade civil ganhou força na pandemia e organizações precisam de preparo

O Unidos Pela Vacina foi criado pelo Grupo Mulheres do Brasil, do qual Luiza também faz parte, junto de empresários brasileiros com objetivo comum de acelerar a imunização em massa da população do País. “A vacina não é para quem pode comprar; é para todos”, ressaltou ela. “E as pessoas não precisam escolher a vacina, porque todas são boas; o pior é a doença”. Interessados podem realizar doações através do e-mail prefeitura@grupomulheresdobrasil.org.br.

Ainda no evento virtual, promovido pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Luiza pressupôs aumento no consumo comercial mediante imunização da população brasileira. “Isso já acontece nos Estados Unidos, onde há filas por senhas em restaurantes fast food e muito consumo de produtos”, argumentou. Ela destacou, apesar disso, que os comerciantes precisarão manter as vendas no ambiente digital. “No Magazine Luiza constatamos que as vendas online impulsionam as presenciais e vice-versa”, contou.

LEIA MAIS | Luiza Trajano: "Sem a vacina, vamos continuar nesse abre e fecha"

Trajano é presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres pelo Brasil, idealizadora do grupo empresarial Unidos pela Vacina e vice-presidente da ACSP.

Correção: a assessoria de Luiza Trajano explicou que, embora tenha falado em maior quantidade de vacinas até julho, ela não falou em imunizar 70% da população, o que, segundo a assessoria, cabe ao poder público.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags