PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Fundador de emissora no Interior do Ceará, Flávio Costa morre vítima de Covid-19

Agora, a emissora será gerenciada pela filha de Flávio, Rafaela Costa

Júlia Duarte
14:00 | 01/06/2021
O jornalista tinha completado no começo de maio 60 anos de idade (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
O jornalista tinha completado no começo de maio 60 anos de idade (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Morreu na manhã desta terça-feira, 1º, aos 60 anos, o jornalista e fundador da Tv Jaguar, Flávio Costa, vítima da Covid-19. O meio de comunicação é de Limoeiro do Norte, mas tinha influência nos municípios do Vale do Jaguaribe. A emissora lamentou a perda do também presidente da TV e celebrou a trajetória do profissional.

De acordo com a emissora, Flávio Costa tem uma atuação de mais de 13 anos e se consolidou como uma voz forte na região. "Destemido, questionador com as suas críticas, sempre procurou defender o bem estar do nosso povo. Sem qualquer ligação partidária, sua palavra firme e forte sempre falou mais alto em defesa de todos os segmentos da sociedade", escreveu o perfil da Tv Jaguar. O jornalista tinha feito aniversário no começo do mês de maio.

LEIA MAIS | No Ceará, 28 radialistas já morreram em decorrência de Covid-19

A Tv ressaltou que a perda do jornalista é uma lacuna difícil de ser preenchida. Agora, a emissora será gerenciada pela filha de Flávio, Rafaela Costa. "Com o apoio de todos nós, para que esse possa perpetuar o nome de Flávio Costa, uma das maiores expressões da imprensa do Ceará. Que Deus o tenha ao seu lado", completou a publicação. O texto é acompanhado de diversas mensagens de pesar e homenagens de amigos e companheiros de profissão.

LEIA MAIS | Dois cearenses fazem parte dos 106 jornalistas vítimas do coronavírus homenageados com prêmio internacional

A prefeitura de Limoeiro do Norte também expressou, por meio de nota, o pesar pela morte do jornalista. "Com seu trabalho e determinação, o amigo Flávio Costa deixou sua marca na comunicação e contribuiu imensamente para o desenvolvimento da Região Jaguaribana", escreveu a nota.