PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

61% das mortes de estudantes do Estado por Covid-19 foram neste ano

Mais de 65% dos casos confirmados da doença são na faixa etária de 15 a 19 anos

10:00 | 15/05/2021
No Ceará, só estão permitidas aulas até o 9º ano do ensino fundamental  (Foto: Júlio Caesar / O Povo) (Foto: JÚLIO CAESAR)
No Ceará, só estão permitidas aulas até o 9º ano do ensino fundamental (Foto: Júlio Caesar / O Povo) (Foto: JÚLIO CAESAR)

Desde o início da pandemia no Ceará, em março de 2020, foram registrados 36 óbitos de estudantes do ensino público estadual. Desse total, 22 mortes aconteceram em 2021, o que corresponde a 61%. Mais de 65% dos casos confirmados da doença são na faixa etária de 15 a 19 anos. Os dados são da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), atualizada às 12h48min desta sexta-feira, 14.

Considerando 2020 e 2021, foram 18.989 casos confirmados. São 12.500 diagnósticos positivos de alunos entre 15 e 19 anos. Ou seja, 65,8% do total. O recorte de 20 a 24 anos soma 2.185 casos (11,5%). A partir de 15 anos, o número de casos entre estudantes diminui a medida que a faixa etária aumenta.

No Estado, 3.506 casos ainda estão em investigação e 13.581 estudantes já estão recuperados. A Capital soma 3.876 casos confirmados, o que corresponde a 20,4% do total no Estado. A grande maioria dos casos de alunos de Fortaleza aconteceram neste ano: 77,5%.

Em 2021, 7.364 dos casos de estudantes do ensino público estadual são de jovens entre 15 e 19 anos. O que representa 66,5% do total de 11.064 resultados positivos para o vírus.

A letalidade da doença entre estudantes é de 0,2%. Foram 17 mortes em Fortaleza, três em Sobral e duas em Caucaia desde o início da infecção no Ceará. Outros 14 municípios têm um registro cada.

Foi confirmado um óbito na faixa etária entre 10 e 14 anos e seis entre 15 e 19 anos. Entre 25 e 39 anos, o levantamento aponta dez casos que foram a óbitos. Entre 40 e 59 anos, foram 15 mortes. São computados ainda quatro casos de pessoas com mais de 60 anos.

LEIA TAMBÉM | Escolas particulares devem procurar governo para volta do ensino médio e superior

 

Aulas presenciais

No Ceará, as aulas presenciais estão permitidas até o 9º ano do ensino fundamental. Na última semana, o governador Camilo Santana (PT) afirmou que o retorno do ensino presencial para o ensino médio seria pauta na reunião do Comitê na sexta-feira, 7. Contudo, não houve ampliação da flexibilização pois o decreto foi renovado com as mesmas restrições. 

Em outubro do ano passado, Camilo ampliou reabertura nas escolas e autorizou retorno gradual com 35% da capacidade das turmas de EJA, do 1º, 2º e 9 ano do ensino fundamental. O 3º ano do ensino médio também foi permitido com restrição de 50% dos alunos nos municípios da Região de Saúde de Fortaleza. Aulas foram suspensas novamente com toque de recolher e, em seguida, lockdown em fevereiro e março deste ano.