Participamos do

No primeiro fim de semana sem lockdown, Fortaleza registra 32 infrações ao decreto

As ações, conduzidas pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Guarda Municipal e agentes da Vigilância Sanitária do Estado, também levaram ao encerramento de 11 eventos proibidos no decreto
11:15 | Mai. 10, 2021
Autor Júlia Duarte
Foto do autor
Júlia Duarte Estagiária
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

No primeiro fim de semana sem lockdown desde a reabertura econômica, Fortaleza registrou 32 autuações por descumprimento ao decreto e sete estabelecimentos interditados. Foram 213 ações de fiscalização. Segundo o titular da Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec), Coronel Holanda, os números estão dentro da normalidade, especialmente, por se tratar de uma data especial, já que domingo foi celebrado o Dia das Mães. 

"Tivemos uma adesão muito grande, as pessoas entenderam, era um fim de semana todo especial, Dia das Mães. A gente conseguiu ajudar a diminuir a ascensão da curva do vírus. Ela está em um viés de queda", ressaltou o secretário. No fim de semana, restaurantes, lojas de rua e de shoppings, barracas de praia e outros setores da economia puderam funcionar com restrições de número de clientes e horário de funcionamento.

As ações, conduzidas pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Guarda Municipal e agentes da Vigilância Sanitária do Estado, também levaram ao encerramento de 11 eventos proibidos no decreto, além da apreensão de cinco paredões de som. A superintendente da Agefis, Laura Jucá, explica que os aparelhos eram proibidos no Município antes mesmo da pandemia. Neste momento, os dispositivos representam um risco maior por promoverem aglomerações de pessoas dançando e consumindo bebidas alcoólicas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA MAIS: "É mais difícil fiscalizar hoje em dia", afirma superintendente da Agefis

"A gente faz o apelo para a população, como em toda semana, que as pessoas continuem cumprindo. Não houve nenhuma abertura, continua nos mesmo moldes do decreto anterior", pontuou a representante da Agefis. O comércio de rua pode funcionar de segunda a sexta, das 10h às 16h, enquanto os shoppings abrem às 12h e fecham às 18h. Nos fins de semana, há a redução de uma hora no funcionamento, com o comércio de rua das 10h às 15h e shoppings das 12h às 17h.

O titular da Sesec, entretanto, pontuou que houve a inclusão da recomendação de que reuniões familiares aconteçam apenas com pessoas que moram na mesma casa, para evitar a propagação do vírus. "Se as pessoas não moram na mesma casa, vamos evitar nesse momento. Embora seja da mesma família, elas tem convivências diferentes. Reunião familiares, sabemos que é também uma forma de propagação do vírus", ressaltou o titular.

LEIA MAIS: Dia das Mães movimenta shopping no primeiro fim de semana de reabertura

+Praia do Futuro registra pouca movimentação no Dia das Mães

As práticas de atividades físicas, que estão permitidas em ambientes públicos, também foram destaque durante a divulgação do balanço. Isso porque os praticantes realizam as ações sem o uso da máscara. "A atividade física está permitida de forma individual, mas necessariamente com o uso da máscara. Se cuidem", concluiu o coronel.

Denúncias  

 

A Agefis pode ser acionado por meio do aplicativo Fiscalize Fortaleza (disponível para Android e IOS), do site denuncia.agefis.fortaleza.ce.gov.br e do telefone 156.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags