PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Novo decreto com medidas de isolamento será divulgado neste sábado

Setores da economia que ainda não reabriram, como academias e barracas de praia, estão na expectativa do anúncio

09:14 | 24/04/2021
O atual decreto foi prorrogado no último sábado, 17 de abril (Foto: REPRODUÇÃO)
O atual decreto foi prorrogado no último sábado, 17 de abril (Foto: REPRODUÇÃO)

Atualizada às 19h

O governador Camilo Santana (PT) deve fazer neste sábado, 24, o anúncio de um novo decreto com medidas para o enfrentamento da Covid-19 no Estado. Na manhã de ontem, sexta-feira, 23, o governador esteve reunido com o Comitê de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19 para avaliar os cenários da pandemia no Ceará. Após o novo decreto ser divulgado, as medidas deverão ser impostas a partir da próxima segunda-feira, 26 de abril.

Setores da economia, como academias e barracas de praia, que ainda não estão autorizados a funcionar, estão na expectativa do anúncio deste sábado.

LEIA TAMBÉM: Casos de Covid-19 no Ceará diminuem 22,3% em sete dias

Atualmente, está em vigor o decreto de retomada gradual da economia. Foram liberados os setores do comércio de rua e serviços, construção civil e instituições religiosas, com protocolos sanitários e restrição de horário e capacidade. No entanto, o sistema de lockdown segue valendo durante os fins de semana, ou seja, neste sábado, 24, e domingo, 25, a população deve se manter em isolamento social rígido.

Neste período, somente os estabelecimentos que oferecem serviços essenciais, como venda de alimentos, farmácias e de abastecimento de veículos podem manter o funcionamento de forma presencial.

Confiram os serviços que não funcionam neste sábado e domingo:

  • Comércio de rua e serviços
  • Shoppings
  • Restaurantes
  • Ensino infantil e fundamental de escolas na modalidade presencial
  • Igrejas
  • Academias
  • Cinemas, museus e teatros
  • Barracas de praia
  • Espaços coletivos em condomínios
  • Parques aquáticos e centros de lazer

Os estabelecimentos de alimentação e o comércio de rua e serviços podem operar apenas por sistema de delivery. É vedado, ainda, o funcionamento presencial de Instituições religiosas, devendo-se realizar as celebrações apenas de forma virtual.

LEIA TAMBÉM: Quixadá decreta lockdown após aumento de casos de Covid-19

O atual decreto em vigência foi iniciado no dia 12 de abril e prorrogado no último sábado, 17. As medidas devem valer até este domingo, 25 de abril. Até o momento, durante os dias comerciais, o toque de recolher foi mantido diariamente das 20 horas até às 5 horas.