PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Fila de ambulâncias se forma para transferências de pacientes do Hospital Municipal de Pacatuba

Nas últimas 72 horas, foram realizadas 25 transferências na Cidade. Atualmente, 13 pessoas com Covid-19 ainda esperam para serem transferidos na Cidade

Lais Oliveira
14:37 | 15/03/2021
Ambulâncias fazem fila na frente do Hospital Municipal de Pacatuba.
. (Foto: Via WhatsApp O POVO)
Ambulâncias fazem fila na frente do Hospital Municipal de Pacatuba. . (Foto: Via WhatsApp O POVO)

Um engarrafamento de ambulâncias se formou na frente do Hospital Municipal de Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), nesta segunda-feira, 15. Vídeo recebido por O POVO mostra seis veículos parados na frente da unidade hospitalar, sendo cinco do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e um da Prefeitura. 

A Secretaria de Saúde do Município (SMS) confirmou o ocorrido, que começou por volta das 7h40min e se estendeu até 11 horas. Conforme a pasta, as ambulâncias estavam posicionadas para realizar transferências já previstas de pacientes. Nas últimas 72 horas, foram realizadas 25 transferências na Cidade.

"Devido à ampliação dos leitos de UTI por parte do Estado, o município realizou as transferências que já estavam na central de regulação. Para realizar a transferência dos pacientes, cada paciente é transportado por ambulâncias de forma individual, a fim de reduzir o risco de transmissibilidade da infecção. O procedimento segue o protocolo de Saúde", explica a secretaria em nota.

Pacatuba dispõe de 36 leitos isolados para Covid-19, dos quais 13 estão ocupados. Não há leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Cidade. De acordo com a Prefeitura, os outros 23 leitos disponíveis na rede pública funcionam de forma rotativa por causa da demanda. 

Todos os pacientes internados com Covid-19 em Pacatuba aguardam serem transferidos aos hospitais de referência do Estado. "Desse quantitativo são 8 pacientes de perfil UTI, sendo 3 entubados e outros 5 em enfermaria. Os pacientes são monitorados e seu quadro clínico é atualizado a todo momento", diz a nota.

Demanda de outros locais

 

A SMS de Pacatuba ainda ressalta que a equipe técnica de saúde está em "constante contato com a central de leitos para garantir, dentro da possibilidade, a transferência dos mesmos". O órgão municipal também salienta que "a todo momento" a Cidade recebe, além dos residentes, "pacientes de outras localidades, então há uma grande demanda, que é rotativa".

Desde sábado, 13, o Ceará está em lockdown para tentar reduzir a transmissão de Covid-19 no momento em que o cenário epidemiológico se agrava, pressionando os sistemas de saúde. Porém, Pacatuba está em isolamento social rígido desde o dia 5 de março, limitando o funcionamento de atividades não essenciais.

A Cidade tem 3.396 casos confirmados de internação pelo coronavírus, 111 óbitos pela doença e 321 casos em investigação, de acordo com a plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa). Existem ainda 2.705 pessoas recuperadas da Covid-19.