Participamos do

Academias e clubes não poderão funcionar durante o lockdown em Fortaleza

O novo decreto passa a valer a partir desta sexta-feira, 5, e segue pelo menos até o dia 18 de março
11:35 | Mar. 04, 2021
Autor Vítor Magalhães
Foto do autor
Vítor Magalhães Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

De acordo com o novo decreto de Lockdown em Fortaleza anunciado na última quarta-feira, 3, pelo governador Camilo Santana (PT), academias e estabelecimentos que prestam serviços similares não poderão funcionar durante o período de isolamento social rígido na Capital. "Fica suspenso, no município de Fortaleza, o funcionamento de - academias, clubes, centros de ginástica e estabelecimentos similares", destaca o documento publicado hoje no Diário Oficial do Estado (DOE).

O novo decreto passa a valer a partir desta sexta-feira, 5, e segue pelo menos até o dia 18 de março. A decisão foi anunciada em conjunto pelo governador, pelo prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), e pelo secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto; todos reforçaram que as medidas mais restritivas são fundamentais para conter a disseminação da doença no Ceará. Durante o período de Lockdown, apenas serviços considerados essenciais poderão continuar funcionando.

No último dia 24 de fevereiro, a Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) aprovou, em redação final, Projeto de Lei de autoria do vereador Danilo Lopes (Podemos) que “declara como essencial a prática da atividade física e do exercício físico em estabelecimentos prestadores de serviços com essa finalidade, bem como em espaços públicos”. A matéria aguarda sanção ou veto do prefeito Sarto.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com a Lei Orgânica do Município, o gestor tem o prazo de quinze dias úteis, contados a partir da data do recebimento do projeto, para tomar uma decisão. Caso a proposta seja vetada, caberia ainda a possibilidade dos vereadores derrubarem o veto do Executivo.

Fortaleza tornou-se o sexto município cearense a adotar o lockdown este ano. Além da Capital, as comarcas de Mombaça, Santa Quitéria, Meruoca, Palhano e Pentecoste já anunciaram a medida em 2021.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente