PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Camilo diz que Ceará terá medidas de combate à Covid-19 mais restritivas

Decreto atual será renovado. Comitê que delibera sobre decretos sanitários realizará reuniões para estabelecer novas medidas. Anúncio foi feito por meio das redes sociais na noite desta sexta-feira, 29

20:16 | 29/01/2021
Comitê realizará reuniões para decidir sobre medidas mais restritivas no Estado (Foto: (Foto: Divulgação/Twitter))
Comitê realizará reuniões para decidir sobre medidas mais restritivas no Estado (Foto: (Foto: Divulgação/Twitter))

Novas medidas restritivas para frear o aumento da pandemia no Ceará, que passa pela segunda onda, devem ser tomadas pelo Governo do Estado. O governador Camilo Santana (PT) anunciou que elas serão estabelecidas após a realização de mais reuniões do Comitê Estadual de Combate à Covid-19. Enquanto isso, o decreto atual será renovado.

Além disso, ele diz que será publicado Decreto Estadual específico para o período do Carnaval no qual a recomendação atual para evitar a circulação entre a Capital e o Interior será obrigatória.

O decreto vigente, publicado na quinta-feira, 21, recomenda a não realização de viagens, proíbe áreas de lazer fechadas em condomínios de praia e aumenta o controle e fiscalização nos espaços comuns e equipamentos de lazer em condomínios residenciais. Além disso, documento determina interdição imediata de estabelecimentos que descumprem medidas sanitárias. 

Conforme o governador, os profissionais de saúde do comitê apresentaram dados que mostram "preocupante" aumento de casos. "Essa situação tem nos deixado em alerta, inclusive para tomar novas medidas restritivas que visem frear esse aumento. Ficou definido que o atual decreto será renovado, enquanto serão realizadas mais reuniões, desde o início da semana, para estabelecer novas medidas", explicou.

Ele reiterou que já havia sido definida a proibição de qualquer evento de Carnaval. Também já havia sido determinado o cancelamento do ponto facultativo na segunda, 15, e terça-feira, 16, bem como a recomendação de funcionamento normal do comércio e do setor produtivo no período. Com um decreto específico para o período, "a recomendação atual de se evitar a circulação de veículos entre a capital e o interior deve se transformar em norma, além de outras providências."

Camilo informou que o Governo Federal irá adquirir os 54 milhões de doses da Coronavac, do Butantan, para distribuir aos estados. "Essa é uma ótima notícia e nos dá perspectiva de receber novas doses nos próximos dias", projeta.