PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Ceará recebe mais de 72 mil doses da vacina de Oxford: "Mais uma etapa", diz Camilo

Imunizantes chegaram em voo cargueiro às 22h06min no Aeroporto Internacional de Fortaleza. O governador Camilo Santana (PT) e o prefeito José Sarto (PDT) acompanham o desembarque

22:05 | 23/01/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 23-01-2021:  Chegada do primeiro lote da vacina Astrazenica contra covid-19 procedente da India no aeroporto Pinto Martins (Foto: Fco Fontenele/O POVO) (Foto: FCO FONTENELE)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 23-01-2021: Chegada do primeiro lote da vacina Astrazenica contra covid-19 procedente da India no aeroporto Pinto Martins (Foto: Fco Fontenele/O POVO) (Foto: FCO FONTENELE)

O Estado do Ceará recebeu carregamento com 72.500 doses da vacina da Oxford/AstraZeneca, produzidas pelo laboratório indiano Serum, na noite deste sábado, 23. Os imunizantes chegaram em voo cargueiro às 22h06min no Aeroporto Internacional de Fortaleza. O governador Camilo Santana (PT), o secretário da Saúde do Estado, dr. Cabeto e o prefeito José Sarto (PDT) acompanharam o descarregamento do voo G39086. A Polícia Federal (PF) também esteve no local. 

Os volumes terminaram de ser descarregados às 22h17min. Camilo Santana afirmou que esta é "mais uma etapa importante" para a imunização no Estado e, na sequência, agradeceu aos profissionais que trabalharam no transporte das doses. As vacinas da Oxford/AstraZeneca chegaram ao local de armazenamento às 22h55min.

Camilo declarou ainda que o Governo do Estado foi aconselhado a usar todas as doses que chegaram em Fortaleza neste sábado. Isso porque o tempo necessário para aplicação da segunda dose é de três meses, período suficiente para a chegada do próximo lote.

"A vantagem dessa vacina, já orientada pelo próprio Ministério da Saúde, é que poderemos utilizar todas as doses, já que a segunda dose pode ser feita em até 90 dias. Até lá, já teremos recebido novos lotes", explica Camilo.

LEIA TAMBÉM | Ceará chega a 362.351 casos confirmados de Covid-19 e 10.331 mortes pela doença

As doses da vacina de Oxford/AstraZeneca saíram do Rio de Janeiro (RJ) para São Paulo (SP). No estado paulista, as vacinas foram encaminhadas para os demais estados brasileiros. De acordo com Sarto, a distribuição de parte desse novo lote para o município de Fortaleza será importante para dar continuidade ao "ritmo célere de vacinação das pessoas que compõem os grupos da primeira fase do plano de imunização".

Ele declarou, em publicação nas redes sociais, nesta noite, que a Prefeitura de Fortaleza começou hoje a vacinar os profissionais que atuam nos postos de saúde na atenção primária. A expectativa, de acordo com o prefeito, é que 15.700 pessoas sejam vacinadas só neste sábado. No sexto dia de vacinação contra a Covid-19, o Ceará já aplicou 33.689 doses da vacina CoronaVac.

LEIA TAMBÉM | Ocupação de leitos UTI com pacientes Covid chega a 82,45% em Fortaleza

Em coletiva de imprensa no Aeroporto de Fortaleza, Sarto informou que espera que todo o grupo de profissionais de saúde seja vacinado em breve. "É preciso que a gente compreenda que a vacina é um avanço. Nós cremos que, com essa segunda dose, que virá do Butantan, a gente já consiga vacinar pelo menos toda a rede dos profissionais de saúde", afirma o prefeito.

Na última sexta-feira, 22, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aceitou o pedido do Butantan para liberação de 4,8 milhões de doses. O secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues,  Dr. Cabeto, comemorou a chegada do primeiro lote da vacina de Oxford e comentou a aprovação de uma segunda remessa dos imunizantes do Butantan.

"Essa vacina (Oxford) tem a qualidade de forma completa, já que o intervalo entre uma dose e outra é de 90 dias. Lembrar que o Butantan já obteve o registro e até o início da semana saberemos sobre essas 4,8 milhões de doses (da CoronaVac)", diz o secretário.

Dr. Cabeto informou que uma reunião realizada neste domingo, 24, definirá os próximos passos que serão adotados pelo Governo do Estado. O secretário prometeu adotar medidas técnicas e estratégicas para que a vacina tenha um maior alcance em um menor tempo possível.

"Amanhã de manhã teremos uma reunião técnica. Hoje, nós analisamos os dados epidemiológicos. Amanhã toda a equipe da Secretaria de Saúde vai se reunir para apresentar ao Governador e aos prefeitos as propostas de distribuição. Temos o restante dos profissionais de saúde e as outras pessoas que fazem parte do grupo 1".

Sede da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) - que liberou hoje a distribuição da vacina, Rio de Janeiro foi o primeiro estado contemplado. Além das mais de 72 mil doses que chegaram ao Ceará, outras 132.500 foram destinadas ao Amazonas. A partir de amanhã, 24, os demais estados e o Distrito Federal devem receber as doses da vacina. De acordo com o Ministério da Saúde, foram encomendadas 100 milhões de doses da vacina para serem distribuídas ainda no primeiro semestre deste ano.

Veja o momento em que o voo com as doses de vacina da Oxford chega a Fortaleza: