PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Anvisa nega a realização de testes de Covid-19 dentro do Aeroporto de Fortaleza

Secretaria da Saúde havia anunciado que preparava protocolo de testagem de passageiros dentro do aeroporto

Matheus Facundo
19:11 | 19/10/2020
Pedido de teste para o novo coronavírus no Aeroporto não foi atendido pela Anvisa (Foto: Barbara Moira)
Pedido de teste para o novo coronavírus no Aeroporto não foi atendido pela Anvisa (Foto: Barbara Moira)

Anunciada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) no último sábado, 17, a possibilidade de testar passageiros que chegarem ao Ceará em voos internacionais para a Covid-19 dentro do Aeroporto Internacional de Fortaleza foi negada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em nota enviada ao O POVO, o órgão afirma que não recomenda "a realização de testes para Covid-19 dentro das instalações aeroportuárias". A pasta estadual havia informado que negociava o protocolo junto à Anvisa e à Fraport.

A negativa é baseada em orientações técnicas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, de onde são adotadas as medidas sanitárias em áreas de Portos, Aeroportos e Fronteiras. A Avisa informa que as determinações "são executadas em conformidade com o estabelecido nos Planos de Contingência de Emergências de Saúde Pública de Interesse Nacional e Internacional - ESPII dos pontos de entrada".

Protocolo para a testagem dentro do aeroporto estava sendo preparado pela Sesa e foi anunciado após o governador Camilo Santana (PT) anunciar a recomendação de medidas mais rígidas para o interior do Ceará devido ao aumento do número de casos. O POVO solicitou um novo posicionamento da pasta sobre o caso e aguarda retorno para atualiza esta matéria.

LEIA MAIS| Governo do Ceará recomenda aumento das restrições contra Covid-19 em cinco municípios

Camilo enviou, no sábado, 17, ofícios ao Governo Federal solicitando reforço nas ações de controle sanitário realizadas no Aeroporto Internacional de Fortaleza. A medida ocorre como prevenção contra aumento do número de casos da Covid-19 em países como os Estados Unidos (EUA).

O pedido foi realizado a órgãos como o Ministério da Infraestrutura, a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). "Coloquei toda a estrutura do Governo do Estado à disposição para o que for necessário nessas ações que visam à proteção da população cearense", garantiu ainda Camilo.

O anúncio da solicitação do governador veio um dia após a Air France anunciar a retomada de voos diretos ligando Paris à Fortaleza. Devido ao aumento dos casos de contágio da doença em países do Exterior, a companhia aérea informou que a manutenção da rota, contudo, segue dependendo de avaliação.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >