Participamos do

"Praia dos Crush" e Beira Mar voltam a registrar aglomerações neste domingo

Ações vão de encontro às exigências do decreto estadual para evitar uma nova onda de crescimento de casos e mortes por coronavírus na Capital
19:44 | Ago. 02, 2020
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Estagiário de jornalismo
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com pessoas sem máscaras, a “Praia dos Crush” voltou a registrar aglomerações neste domingo, 2. No fim da tarde de hoje, diversas pessoas compareceram ao local para tomar banho de mar, praticar esportes e desenvolver outras atividades. Além dessa região, localizada entre o Espigão da João Cordeiro e a Ponte dos Ingleses, toda a extensão do calçadão da Beira Mar também apresentava focos de aglomeração de pessoas.

Ações vão de encontro às exigências do decreto estadual que frisa a necessidade de se manter, dentre outras medidas de prevenção, o distanciamento mínimo e o uso de máscaras para evitar uma nova onda de crescimento de casos e mortes por coronavírus na Capital.

Segundo constatou O POVO, diversas pessoas estavam reunidas praticando esportes coletivos, como futebol, ato ainda não autorizado pelo plano de retomada das atividades, por intensificar as chances de transmissão da Covid-19.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na faixa de areia da “Praia dos Crush”, o uso de máscaras foi ainda mais negligenciado pela população. Além do banho de mar, aglomerações também foram registradas no entorno de vendedores ambulantes, que estavam em grande quantidade pela praia. Na área, o público jovem se fazia fortemente presente.

Já na extensão do calçadão, a presença de pessoas com máscaras se intensificou, porém, pessoas sem o uso do equipamento de proteção ainda puderam ser encontradas. As pessoas presentes na região eram de idades diversas, conforme flagrou O POVO. Vários idosos estavam presentes se exercitando no calçadão, apesar de fazerem parte do grupo de risco para a Covid-19.

Confira fotos:

Clique na imagem para abrir a galeria


O POVO tem acompanhado aglomerações na região há cerca de um meses. No dia 24 de julho, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) chegou a anunciar um reforço na fiscalização feita na região. O anúncio foi feito depois que circulou nas redes sociais uma convocação para um evento com música ao vivo e venda de bebidas alcoólicas na “Praia dos Crush”.

LEIA TAMBÉM | Fotos: Praia de Iracema registra aglomerações neste domingo, 12

Ao ser questionada pelo O POVO sobre a recorrência de aglomerações na região, o órgão afirmou estar atuando diariamente em todo o calçadão e faixa de areia da Beira-Mar, desde o Mercado dos Peixes até a Praia de Iracema, “realizando abordagens orientativas à população e realizando a fiscalização de ambulantes, barracas de praia e outros estabelecimentos comerciais da área, verificando cumprimento das medidas previstas pelos decretos estadual e municipal de enfrentamento à Covid-19”, conforme pontuou em nota.

Durante as abordagens é feita uma ação de conscientização com a população. Frascos de álcool em gel e máscaras de tecido também são distribuídas. Segundo órgão é feito ainda “a retirada dos ambulantes irregulares na área, orientando para o recolhimento de mesas e cadeiras e de guarda-sóis afixados na areia, e inibindo novas ocupações”.

Questionada pelo O POVO se houve alguma ação de intervenção especial neste fim de semana, a Agefis destacou que no sábado, 1º removeu e apreendeu dois freezers enterrados na areia, utilizados para o comércio sem autorização. No mesmo local também foram removidos uma mesa e 16 pallets. Nenhuma ação sobre hoje, 2, foi mencionada.

Agefis frisou que O POVO deveria buscar contato com as demais entidades operantes no processo de fiscalização ao ser questionada sobre a reincidência das aglomerações. A Guarda Municipal informou que realiza apenas o apoio nas operações coordenadas pela Agefis.

O governo estadual, contactado pelo O POVO, por meio da assessoria de comunicação da Casa Civil, informou "que trabalha em parceria dando suporte às fiscalizações da Agefis na Capital, seja através das forças de segurança, ou de células específicas como a da Vigilância Sanitária da Sesa".

Com informação da repórter-fotográfica Thais Mesquita

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags