PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Coronavírus no Ceará: Camilo anuncia inauguração de 11 UTIs e 37 leitos de enfermaria

O anúncio foi feito pelo governador do Estado na noite desta segunda-feira, 11. Até a manhã de terça-feira, os 48 novos leitos devem estar disponíveis para receber pacientes.

Alan Magno
19:15 | 11/05/2020
Camilo noticiou a capacitação de novos leitos de UTIs e enfermaria para pacientes com coronavírus
Camilo noticiou a capacitação de novos leitos de UTIs e enfermaria para pacientes com coronavírus (Foto: Reprodução / Facebook)

O Governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou nesta segunda-feira, 11, a criação de 11 novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no Hospital Leonardo da Vinci, centro de referência para tratamento de pacientes com coronavírus no Ceará. Além disso, reforçando a rede estadual de combate à Covid-19, o petista destacou que a partir de amanhã, 12, o hospital de campanha do Hospital do Coração em Messejana irá receber 37 novos leitos de enfermaria.

Camilo destacou ainda que as novas UTIs, para casos mais graves da infecção por coronavírus já estão aptas para receber pacientes. Já os leitos do hospital de campanha devem iniciar funcionamento até esta terça-feira, 12.

Durante o pronunciamento, o governador destacou o esforço das gestões municipais e da estadual no enfrentamento à pandemia, com a abertura de leitos e expansão do sistema de saúde, mas reforçou o apelo para que as medidas de isolamento fossem respeitadas em todo o Estado. Camilo comentou ainda sobre a expectativa do recebimento de novos 200 respiradores vindos da China, previstos para chegar ainda nesta semana.

Até as 18 horas de hoje, 11 de maio, o Ceará acumulava 17.599 casos confirmados de Covid-19 e 1.189 mortes em decorrência da nova doença. Sendo 907 casos e 75 mortes a mais que o registrado no domingo. A taxa de letalidade no Estado atingiu 6,8%. No Ceará, 8.655 pessoas se curaram após serem infectadas pelo coronavírus e 31.112 casos ainda estão sob investigação. 

Crítica às fake news

A divulgação de informações falsas e material sem fundamento científico foram duramente criticadas pelo Governador. Ele afirmou estar impressionado e “profundamente indignado” com o volume de “Fake News” que estão circulando no Ceará. Camilo reforçou a criação do portal de verificação por parte da gestão estadual e afirmou que irá combater fortemente tal situação.

Criar ou repassar informações falsas é crime. A resposta que eu tenho que dar para a sociedade, são pedidos judiciais de investigação contra os casos que identificarmos”, declarou o governador ao comentar que o Estado estaria instaurando investigações policiais contra os autores das mensagens falsas que circulam no Ceará.

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >