PUBLICIDADE
Política
Noticia

"Vou disputar esse coração bondoso do Camilo", afirma Lula sobre governador do Ceará

Lula faz referência à divisão que Camilo Santana precisa enfrentar, sendo do PT e, ao mesmo, aliado do presidenciável Ciro Gomes. Segundo o ex-presidente, o governador do Ceará "pode ter aspirações maiores para ser candidato a presidente"

Filipe Pereira
09:59 | 15/04/2021
Lula (Foto: Reprodução)
Lula (Foto: Reprodução)

Em entrevista nesta quinta-feira, 15 de abril (15/04), na rádio O POVO CBN o ex-presidente Lula (PT) falou sobre sua relação com o governador Camilo Santana (PT) e como pretende se posicionar nas eleições de 2022, com um eventual cenário em que o gestor divide-se entre apoiá-lo ou seguir em defesa do ex-governador Ciro Gomes (PDT) na disputa presidencial. 

Lula lembrou da primeira eleição de Camilo para governador do Ceará, em 2014, quando o petista tinha como principal adversário o então senador Eunício Oliveira (MDB), ex-ministro das Comunicações e amigo do ex-presidente. Circunstância que, segundo Lula, o impediu de garantir apoio a Camilo e, consequentemente, ter uma retribuição do cearense nas eleições presidenciais de 2018, quando Fernando Haddad (PT) era candidato, assim como Ciro Gomes (PDT), padrinho político do chefe do executivo estadual. Contudo, o ex-presidente prometeu buscar apoio de Camilo para o próximo ano. 

"Ele (Camilo) não tem compromisso comigo. Por que ele vai me apoiar se eu não apoiei ele? Vamos ver o que vai acontecer em 2022. Vamos ver se eu vou ser candidato. Vamos ver o que o Camilo quer ser. O Camilo é um companheiro que ele pode crescer, ele pode ter aspirações maiores para ser candidato a presidente. Eu continuo gostando do Camilo, ele estando ou não com o coração dividido. Eu vou disputar esse coração bondoso", disse Lula.

Veja entrevista na íntegra: