Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Quem é "A Mulher da Casa Abandonada"? Conheça a história do podcast

O podcast "A Mulher da Casa Abandonada", do jornalista Chico Felitti, se tornou um dos assuntos mais comentados das redes sociais nas últimas semanas
16:34 | Jul. 04, 2022
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um podcast se tornou um dos assuntos comentados nas redes sociais nas últimas semanas: “A Mulher da Casa Abandonada”, do jornalista Chico Felitti, investiga a história de uma pessoa que vivia em uma mansão abandonada em um dos bairros mais ricos de São Paulo.

O conteúdo original da Folha de S. Paulo inicia ao explicar que uma personagem excêntrica morava em Higienópolis, uma região nobre da capital paulista. Os moradores conheciam a mulher e enfrentavam problemas cotidianos por causa dela.

Devido à moradia sem rede de esgoto, seu terreno sempre estava com um cheiro ruim. Ela também costumava chamar a polícia com regularidade porque não gostava quando funcionários públicos derrubavam as árvores da região.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Mas a mulher, que atendia pelo nome de “Mari”, é Margarida Bonetti, de uma das famílias mais tradicionais de São Paulo. Ela é procurada pelo FBI dos Estados Unidos por ter escravizado uma empregada durante duas décadas.

Margarida e seu marido, Renê Bonetti, se mudaram para o país estrangeiro na década de 1970 e levaram uma brasileira para trabalhar com eles. A vítima, porém, sofreu uma série de violências: ela não tinha direito a salário ou auxílio médico, dormia no porão da casa, e a família trancava a geladeira para que não comesse.

Margarida, inclusive, costumava bater na mulher com um sapato. Ainda houve uma vez que jogou água quente em seu rosto.

Por causa desse caso, Renê Bonetti foi condenado a seis anos e meio de prisão nos Estados Unidos e teve que pagar indenização. Já Margarida, ou “Mari”, fugiu para o Brasil e nunca mais foi julgada.

Desde o início da virada do século, ela mora na casa de Higienópolis, onde conviveu por alguns anos com a própria mãe, que morreu alguns anos depois.

Entretanto, com o lançamento do conteúdo no streaming, ela não foi mais vista na região. O local se tornou um ponto de visitação dos moradores de São Paulo, que marcaram os muros com xingamentos.

“A Mulher da Casa Abandonada” virou um dos podcasts de grande repercussão do Spotify nas últimas semanas. Há lançamentos de episódios semanais, sempre às quartas-feiras.

Tenha acesso a reportagens especiais. Assine O POVO+ clicando aqui

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Escute o podcast clicando aqui.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar