Participamos do

Internautas acusam Adele de plagiar Chico Buarque, e equipe do cantor se pronuncia

Usuários de redes sociais disseram que "To Be Loved" teria o início similar a "Eu te Amo", de Chico e Tom Jobim. A equipe do artista brasileiro negou que haja plágio
00:08 | Nov. 23, 2021
Autor Jornal do Commercio
Foto do autor
Jornal do Commercio Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Depois da controvérsia de semelhanças entre músicas de Martinho da Vila e Adele, que gerou até um processo de plágio para o compositor da britânica, usuários de redes sociais voltaram a apontar similaridades entre uma canção da cantora com outro clássico da Música Popular Brasileira (MPB). "To Be Loved", do recém-lançado CD "30", teria o começo similar a "Eu te Amo", de Chico Buarque e Antônio Carlos Jobim.

No Twitter, internautas apontam, mais especificamente, para a semelhança nos toques de piano dos primeiros segundos das canções. Apesar da grande repercussão de algumas publicações, as opiniões divergem, já que os toques são considerados formas musicais simples e que naturalmente podem soar semelhantes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A equipe de Chico negou que a britânica tenha plagiado o artista brasileiro. "Eu te Amo" foi lançada por Chico no álbum "Vida" (1980), em dueto com Telma Costa e com produção de Sergio de Carvalho.

Adele e Martinho da Vila

Já a situação envolvendo a semelhança entre "Mulheres" e "Million Years Ago", que integra o álbum "25" (2015), pode realmente parar na justiça. O compositor mineiro Toninho Geraes, autor da canção, já enviou duas notificações extrajudiciais já foram enviadas à Greg Kurstin, compositor da faixa da britânica.

A gravadora Recordings/Beggars Group e o grupo Sony Music também estariam cientes da ação, que afirma que eles "se apropriaram das primeiras notas da introdução, refrão e final".

"Fiquei estarrecido quando me dei conta. A melodia e a harmonia são iguais. É uma cópia escancarada", disse Toninho à Veja. "Nossa intenção era tentar um acordo, mas, diante do silêncio, recorreremos à Justiça", disse o advogado Fredímio Biasotto Trotta. De acordo com eles, foram contabilizaram 88 compassos com cópia, o que soma 3 minutos e 3 segundos da faixa e representa 87% da canção.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags