PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Streamings mandam indiretas após aumento de preços da Netflix

O HBO Max, o Amazon Prime Video e o Mubi fizeram postagens nas redes sociais com indiretas ao aumento dos preços da Netflix

21:07 | 23/07/2021
Após o aumento dos preços da Netflix, outros streamings se manifestaram nas redes sociais (Foto: Divulgação)
Após o aumento dos preços da Netflix, outros streamings se manifestaram nas redes sociais (Foto: Divulgação)

Após o anúncio do aumento dos preços da Netflix, algumas plataformas de streaming se manifestaram nas redes sociais com indiretas divertidas.

O Amazon Prime Video postou no Twitter: “bem-vindos, novos assinantes”. O serviço da Amazon é um dos mais baratos no Brasil e custa R$ 9,90 por mês.

Na mesma entonação, a Mubi Brasil também comentou: “Temos gente nova na casa?”. Ainda aproveitou para divulgar uma de suas produções exclusivas. O streaming cobra R$ 27,90 mensalmente.

Leia também | Deputados conservadores pedem proibição de desenho da Netflix

Já o HBO Max respondeu a um questionamento da administradora e criadora de conteúdo Nathália Rodrigues, mais conhecida como “Nath Finanças” na internet.

Ela disse que dividia a assinatura com outras pessoas e perguntou se isso podia acontecer. A nova plataforma da HBO mencionou: “Gente, a dica da @nathfinancas taí pra ser seguida! Não é proibido dividir sua conta com seus amigos, família ou conhecidos”.

“Por isso mesmo que o Multitelas tem 5 perfis diferentes e a possibilidade de 3 streamings simultaneamente. Assim, todos curtem sem pesar no bolso”, continua.

Leia também | Netflix, Disney Plus e HBO Max: veja os lançamentos do fim de semana

A Netflix anunciou na quinta-feira, 22, o aumento na mensalidade. Agora, o plano Básico custa R$ 25,90 e o plano Premium equivale a R$ 55,90. Os novos preços já estão em vigor e passam a funcionar para os antigos assinantes a partir da próxima cobrança.

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.