PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Documentário "Chorão: Marginal Alado" terá conteúdos raros do músico

Dirigido por Felipe Novaes, o documentário retrata a carreira do cantor brasileiro Chorão, da banda Charlie Brown Jr. A estreia acontece no dia 8 de abril, em várias plataformas de streaming

17:03 | 23/03/2021
Documentário 'Chorão: Marginal Alado' estreia no dia 8 de abril nas plataformas digitais (Foto: Reprodução/ Instagram @charliebrownjr)
Documentário 'Chorão: Marginal Alado' estreia no dia 8 de abril nas plataformas digitais (Foto: Reprodução/ Instagram @charliebrownjr)

Oito anos após sua morte, Chorão (1970 - 2013) continua um dos principais representantes do rock nacional. Em mais de duas décadas à frente da banda Charlie Brown Jr., consagrou canções que até hoje simbolizam os sentimentos de várias gerações, como “Céu Azul”, “Só Os Loucos Sabem”, “Dias de Luta, Dias de Glória” e “Meu Novo Mundo”. No próximo 8 de abril - um dia antes da data em que comemoria seu aniversário -, será lançado o documentário “Chorão: Marginal Alado” nas plataformas de streaming brasileiras.

Dirigida por Felipe Novaes e com produção de Hugo Prata e Fabio Zavala, a obra conta com gravações raras do músico. As imagens, que também revelam sua relação com os fãs e sua paixão pela arte, foram baseadas em centenas de horas de arquivos de cinegrafistas da época. Além disso, haverá depoimentos de amigos e membros do grupo.

Leia também | 50 anos de Queen: série destaca momentos importantes da trajetória da banda

A narrativa passará por vários momentos marcantes de sua trajetória: desde os fatos mais polêmicos até sua morte em 2013, causada por uma overdose de drogas. O conteúdo estará disponível nas plataformas Youtube, Apple TV, Google Play, Looke, Vivo Play e NOW.

No dia 6 de março, data da morte de Chorão, o diretor do documentário fez uma homenagem em suas redes sociais. “Oito anos que sua história mudou e a minha, de certa forma, também. A prova de que vidas podem se encontrar para além do que é físico. Gosto de acreditar que teríamos sido amigos, se tivéssemos nos cruzado de outra maneira”, compartilha.

Leia também | Músicas da quarentena: álbuns que refletem os sentimentos do isolamento

“Gosto das suas contradições porque elas me fazem respeitar mais as minhas. Apesar da partida que foi dura para seus amados, fico feliz por saber que agora, tanto tempo e tanto perrengue depois, de formas que eu nem imaginava, meu olhar sobre quem você foi e é poderá encontrar as pessoas e tocá-las, como tudo que você fez - para o bem e para o mal”, continua.

Com dez álbuns de estúdio, Alexandre Magno Abrão, mais conhecido apenas como “Chorão”, foi o vocalista da banda de rock Charlie Brown Jr. O grupo, que estreou em 1992, lançou onze discos de estúdio em suas duas décadas em atividade.

Leia também | Antes e depois do BBB 21: Karol Conká ganha documentário na Globoplay

Veja trailer