PUBLICIDADE
NOTÍCIA

"Memórias da Plantação": curso online discute racismo a partir da obra de Grada Kilomba

Dividido em seis encontros, o curso aborda as principais chaves de leitura do livro "Memórias da plantação: Episódios de racismo cotidiano"

16:14 | 10/07/2020
Ana Aline Furtado, Rodrigo Lopes e Rômulo Silva são os facilitadores do curso (Foto: Gabriel Dias)
Ana Aline Furtado, Rodrigo Lopes e Rômulo Silva são os facilitadores do curso (Foto: Gabriel Dias)

O racismo está presente em várias ações cotidianas, ou seja, é estrutural em nossa sociedade. Das políticas de espaço e exclusão até as políticas do corpo, essa violência sustenta suas raízes em um passado colonial que pode ser visto ainda hoje. No livro “Memórias da Plantação: Episódio de racismo cotidiano”, a escritora, psicóloga e teórica portuguesa Grada Kilomba comprova a normalidade, o trauma e a brutalidade proveniente do preconceito.

A tese apresenta episódios cotidianos nas formas de pequenas histórias psicanalíticas. Ao combinar estudos de branquitude, psicanálise, gênero, feminismo negro e teoria pós-colonial, a escritora propõe uma reflexão sobre as práticas descoloniais.

Leia também | "Siará Quilombo" promove visibilidade a artistas pretos nas redes sociais do Dragão do Mar

Para compreender e estudar a obra interdisciplinar da autora, o curso “Memórias da Plantação: Grada Kilomba” promove seis encontros com o objetivo de abordar as suas principais chaves de leitura. As inscrições ocorrem por meio do formulário do Google.

O evento, que acontece entre os dias 18 e 30 de julho, durante o período da manhã e da tarde, tem como facilitadores: a artista visual multilinguagem, Ana Aline Furtado; o artista, arte-educador e designer, Rodrigo Lopes; e o poeta e pesquisador, Rômulo Silva.

Leia também | Gabriel Aragão, do Selvagens à Procura de Lei, realiza oficina online de processo criativo

O custo será de R$ 100 para pessoas racializadas e de R$ 200 para não racializadas. Com acesso a um certificado de 26 horas, o curso tem vagas limitadas.

O livro, originalmente lançado em inglês, em 2008, foi publicada pela primeira vez no Brasil no ano passado, pela Cobogó. A obra está disponível nos sites da Amazon, da Estante Virtual e da própria editora. Por meio de análises, ele lembra: “o colonialismo é uma ferida que nunca foi tratada. Uma ferida que dói sempre, por vezes infecta, e outras vezes sangra.”

Leia também | Produzido por Beyoncé, "Black is King" será lançado no Disney+ em julho

Memórias da Plantação: Grada Kilomba

Quando: 18, 21, 23, 25, 28 e 30 de julho, de 10 horas às 12 horas e de 16 horas às 18 horas
Onde: Google Meet
Quanto: R$ 100 para pessoas racializadas e R$ 200 para pessoas não racializadas
Inscrições no link

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.