PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Brasil é o 2º país que mais consome podcasts no mundo, aponta Spotify

De acordo com o Spotify, pesquisa do Podcast Stats Soundbites aponta o Brasil como segundo país que mais consome podcasts no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos

23:25 | 01/11/2019
Equipe do Spotify
Equipe do Spotify (Foto: Maísa Vasconcelos)

Um encontro no templo das imagens para troca de experiências por quem usa primordialmente os sons. Nos dias 1º e 2 de novembro, acontece o Spotify for Podcasters Summit, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Painéis, palestras e workshops dão uma mostra da diversidade da produção e criação, além das questões voltadas para a monetização e movimentação no setor, entre outros temas.

De acordo com o Spotify, pesquisa do Podcast Stats Soundbites aponta o Brasil como segundo país que mais consome podcasts no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, com crescimento médio de 21% mensalmente desde janeiro de 2018. O evento é o primeiro integralmente focado em podcast da companhia e reúne alguns dos principais nomes que atuam como criadores de conteúdos na área.

Cid Não Salvo (Não Ouvo); Alexandre Otoni e Deive Pazos (Nerdcast); Guga Mafra (Gugacast); Cris Bartis e Ju Wallauer (Mamilos); Renata Lo Prete (O Assunto); Rodrigo Vizeu e Magê Flores (Café da Manhã); Edu, Fih e Maíra (Filhos da Grávida de Taubaté) são alguns dos convidados. Além de dezenas de podcasters, palestrantes e especialistas no assunto, o público pode acompanhar gravações em três estúdios montados no espaço.

O ano do podcast

“Este é o ano do podcast no Brasil”. A frase dita, como provocação por Guga Mafra durante mediação da mesa redonda “Evolução da monetização no podcast brasileiro”, arrancou risinhos da plateia que lotou a sala principal já na abertura do evento. “Pra gente, todo ano é o ano do podcast. Durante muitos anos os podcasts foram ilhas no universo da internet”, reforçou o veterano Alexandre Ottoni (Jovem Nerd). Mas reconhece que há, sim, maior interesse do público e consequente entusiasmo das marcas nesse modelo de produção de conteúdo, notadamente devido ações de ampliação de valorização da qualidade e da existência de um “ecossistema onde se pode encontrar todo universo de conteúdos”.

Renata Lodi, head de soluções criativas Latam do Spotify, acredita que mais gente ouve podcast atualmente pela capacidade de criação de interesse em torno de comunidades e que isso se traduz em aprendizado para quem vai investir. Entretanto, pontua que é preciso ter foco na excelência do áudio que se vai apresentar e posicionamento claro, saber o que está dizendo. Esses dois fatores fazem a diferença e são essenciais para a vida de um podcast.

Informação para novos públicos

“Podcast é cada vez menos para nicho e cada vez mais pra muita gente”, acredita Renata Lo Prete, jornalista que conduz O Assunto, podcast jornalístico que é a nova aposta da Rede Globo. Uma das participantes da mesa “A arte de produzir um podcast diário de notícias”, Renata relatou a rotina de produção e gravação, assumindo que é das experiências mais ricas na profissão.

“É tudo mais colaborativo, até pela equipe ser pequena. Quanto mais faz, mais você fica preparado para prestar atenção nos elementos necessários e no que pode render, no que essa história vale enquanto áudio". Para ela, embora seja mais uma forma de contar histórias, está aprendendo a contar de uma nova maneira e uma oportunidade, entre outras coisas, de atingir uma faixa de público que o jornalismo está há duas décadas tentando alcançar. “Nicho é legal, é quentinho, mas essa é uma oportunidade de falar com mais pessoas e estou interessada em conseguir isso”, assegura.

Meio milhão de podcasts

Com direito a aplausos e vibração do auditório, Javier Piñol, diretor do Spotify Studios na América Latina, comemorou a marca de 500 mil podcasts na plataforma, o que reforça a meta de ser a número um do mundo no segmento áudio. “O Brasil é um dos mercados mais importantes para o Spotify em busca desse nosso objetivo”, diz o executivo.

Em breve balanço apresentado na palestra “Coming Soon”, Piñol recorreu à Anitta, a cantora latina mais ouvida da plataforma no mundo. Sem especificar números, mostrou que a audiência de podcasts no país é três vezes maior que os acessos aos hits da funkeira.

Tem cearense na área

Representante da equipe de podcasters do O POVO - especificamente do Recorte, mas há outros 15 que você pode acessar no seu tocador favorito - num evento cujos protagonistas usam a voz como principal ferramenta, fiz um esforço extra e prazeroso para tentar identificar quem era cada podcaster. Não tive muito êxito, mas circulando entre os corredores do prédio de tijolinhos da Cinemateca, identifiquei gente do Indo e Voltando, Serifacast, Cinema com rapadura, Hoje tem, Solta o play e demais podcasters corporativos.

Gêneros de podcast mais ouvidos no Spotify Brasil

Sociedade & Cultura

Comédia

Educação

TV & Filmes

Notícias

Negócios

Música

Religião & Espiritualidade Lazer

Esportes

Top 10 Spotify Originais do Spotify no Brasil em audiência

Café da Manhã

Não Ouvo Podcasts

Kpapo

Eleição Na Chapa

Oêa: Copa Feminina 2019

Jogo de Damas

Reply All

Science Vs

Serial Killers

Xêpa / Não Salvo

O Que: Spotify for Podcasters Summit

Quando: sexta-feira (1º) e sábado (2) de novembro

Onde: Cinemateca Brasileira, São Paulo

*A jornalista está em São Paulo a convite do Spotify Brasil