Participamos do

Lei que determina afastamento de gestante na pandemia é sancionada

Durante o período de afastamento, a funcionária gestante prestará os serviços de forma remota
19:35 | Mai. 12, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira, 12, a lei que que garante à empregada gestante o afastamento do trabalho presencial durante o período da pandemia de Covid-19, sem prejuízo do recebimento do salário. 

LEIA TAMBÉM: Governo autoriza vacinação apenas para as grávidas e puérperas com comorbidades

O projeto de lei sobre o assunto, de autoria da deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB-AC), foi aprovado pelo Congresso Nacional no dia 15 de abril.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme o texto, a funcionária gestante deverá permanecer à disposição do empregador em trabalho remoto até o fim do estado de emergência em saúde pública.

LEIA TAMBÉM: Ceará receberá auxílio da União voltado a grávidas na pandemia

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags