Landim diz que PDT deverá conviver com divisão entre oposição e base na Alece

Líder da banca avaliou que o partido buscará o entendimento em primeiro plano

Líder do PDT na Assembleia Legislativa (Alece), o deputado Guilherme Landim, projetou que a legenda poderá ter que conviver com partidários na oposição ao governador Elmano de Freitas (PT). Na Casa, três vagas, das 13 que a legenda tem direito, são ocupadas por deputados que atuam na oposição e são próximos do ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) que advogada pela a legenda não ser base do petista.

Landim ressalta que será buscado um entendimento com o PT, tendo sido formada uma comissão justamente para dialogar com os partidos. A fala aconteceu na última quinta-feira, 13, quando o senador Cid Gomes (PDT) foi oficializado como presidente estadual da sigla e promoveu uma reunião para organizar os rumos do PDT nas disputas municipais em 2024.

O deputado, no entanto, ressaltou que o próprio PT adota posições distintas internamente nos últimos anos: era aliado do PDT no estadual, mas fazia oposição em Fortaleza. “Eu acho que o ideal é que possa ser pacificado, mas nós também precisamos trabalhar com a perspectiva de que não se pacifique e a gente precisa se acostumar com isso”, afirmou.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

E completou: “ Isso não é novidade no Estado do Ceará, é novidade do PDT. Então vai se buscar, tenho certeza disso, até onde se puder um entendimento, se não se conseguir, nós vamos ter que aprender a conviver”.

Na reunião, Landim afirmou que não foi discutida a possível adesão à base do governador, mas que o senador vai “procurar todos os atores”. Eu acredito que isso será uma construção feita pelo senador Cid. Ele vai procurar agora todos os atores e vai conversar. (...) Então esse foi o primeiro passo”, afirmou.

“Uma das comissões que foi montada aqui hoje (na quinta) é uma comissão para conversar com os outros partidos e ele (o senador Cid) vai capitanear isso para conversar com todos os partidos que sempre tiveram relação com PDT e outros que poderão ter a partir de agora”, ressaltou.

A posse seguida de reunião contou com nomes ligados especialmente a Cid, como os deputados estaduais Lia Gomes, Sérgio Aguiar, além de Landim. Dos federais, André Figueredo, esteve Mauro Filho e o Leonidas Cristino. Nenhum nome do diretório municipal, ou ligado a RC compareceu. O grupo afirmava não ter sido convidado para o evento.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

pdt oposição base elmano guilherme landim lider pdt senador cid gomes pdt

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar