Participamos do

Governo Bolsonaro é ruim ou péssimo para 42,7% dos brasileiros, diz CNT

Para 39,3%, a segurança pública continua de forma semelhante em relação aos governos anteriores. Cerca de 28,8% avaliam estar melhor, e 29,5% estar pior
18:30 | Fev. 21, 2022
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Nova Pesquisa CNT de Opinião, divulgada nesta segunda-feira, 21, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra que para 42,7% dos brasileiros, o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) é ruim ou péssimo. O levantamento mostrou uma leve queda em relação à pesquisa de dezembro, que era de 47,9%.

A 151ª Pesquisa CNT de Opinião foi realizada de 16 a 19 de fevereiro de 2021. Foram entrevistados 2002 pessoas. Outro destaque é a avaliação da economia do Brasil. Para 60,4%, a situação é a mesma quando comparada aos governos anteriores. Apenas 17,9% acreditam estar melhor e 19,8% acham que continua de forma semelhante.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A pesquisa avaliou também a percepção sobre melhorias na segurança pública e combate à corrupção, duas das principais bandeiras da campanha de eleição de Bolsonaro em 2018. Para 39,3%, a segurança pública continua de forma semelhante em relação aos governos anteriores. Cerca de 28,8% avaliam estar melhor e 29,5% estar pior.

Já em relação ao combate à corrupção, por pouco, uma maioria acredita ter melhorado em relação às gestões antigas, cerca de 34,1%. Enquanto isso, para 31,2%, está da mesma forma e 31,6% avaliam estar melhor. Sobre o desempenho pessoal de Bolsonaro no comando do Executivo, 61,4% desaprovam, enquanto 33,9% aprovam e 4,7% não souberam opinar.

Sobre um possível novo mandato, 25,6% disseram que votariam com certeza em Jair Bolsonaro se ele for candidato a presidente este ano, enquanto 17% disseram que poderiam votar nele.  No entanto, 55,4% disseram que não votariam nele para presidente de jeito nenhum.

Em um possível segundo turno das eleições deste ano, 53,2% disseram que votariam em Lula (PT), seu principal concorrente na corrida eleitoral, e 35,3% em Bolsonaro. Cerca de 9,4% votariam em branco ou nulo para este cenário

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente