Participamos do

Pesquisas internas indicam desgaste de Bolsonaro, assume Flávio

Resultados são vistos como consequência direta da postura contrária à vacinação contra a Covid-19
06:38 | Fev. 11, 2022
Autor Carlos Holanda
Foto do autor
Carlos Holanda Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Coordenador da campanha à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL), o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) reconhece que pesquisas internas encomendadas pelo comitê de apoio ao pai indicam desgaste. Flavio atribui a situação ao discurso contrário à vacinação contra a Covid-19 adotado pelo mandatário.

Em entrevista ao jornal O Globo, o primogênito do presidente afirmou que tenta convencê-lo a se vacinar ou, como plano B, elaborar uma defesa para reduzir ao máximo os danos políticos do comportamento negacionista. Uma das estratégias é alegar que o Governo Federal nunca deixou de fornecer vacinas aos estados.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Embora reconheça o desgaste decorrente da negação à vacina, Flávio diz que "não é erro político", mas uma "virtude do Bolsonaro" alertar a população sobre os riscos dos imunizantes, de modo que cada um tome sua posição. 

"Ele sempre me ensinou que não se deve fazer nada para agradar a alguém ou pensando em voto. Você vai falar a sua verdade, e quem quiser votar em você vai votar pelo seu pacote e ninguém vai se surpreender. Todo mundo votou sabendo como Bolsonaro é. E ele foi deputado sete vezes e presidente da República", disse Flávio ao O Globo.

Outro ponto citado pelo congressista à publicação carioca foi a comunicação. Flávio disse que o entendimento no governo era de que as redes sociais bastariam. Agora, porém, sentem falta de publicidade nos veículos de imprensa tradicional, como jornais impressos, rádios e televisões.  

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags