Participamos do

Prefeito de Sobral, Ivo Gomes, é vítima de golpe pelo Whatsapp e faz alerta a contatos

O pedetista avisa que alguém estaria usando um número desconhecido com sua foto de perfil para aplicar golpes financeiros pelo aplicativo de mensagens
14:01 | Jan. 14, 2022
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), usou as redes sociais, nesta sexta-feira, 14, para alertar seus contatos de que foi vítima de um golpe por um usuário do WhatsApp. Na publicação, o pedetista afirma que alguém estaria usando um número desconhecido com sua foto de perfil para aplicar golpes financeiros pelo aplicativo de mensagens. 

"Alerta de golpe. Estão usando esse número para se passar por mim e aplicar golpes financeiros no WhatsApp", escreveu o prefeito em foto divulgada no seu Instagram. Em 2021, outros políticos cearenses também foram vítimas do uso das redes sociais para crimes virtuais. É o que ocorreu com o governador do Ceará, Camilo Santana (PT).

LEIA MAIS l Golpes virtuais: saiba como se proteger e denunciar os ataques

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em agosto, o petista que teve o telefone celular invadido por hackers. Segundo o gestor, os criminosos roubaram dados da sua agenda de contatos e enviaram mensagens no nome dele, na tentativa de aplicar golpes financeiros. Um estudo divulgado pela empresa de segurança digital Kaspersky concluiu que quase 90% dos golpes pela internet no Brasil se propagam via WhatsApp

Para denunciar golpes virtuais, a população pode denunciar os casos, links e anúncios suspeitos por meio de Boletim Eletrônico ou no telefone do Disque-denúncia, o 181. Além disso, as vítimas podem procurar a Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), na Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), no número (85) 3101-2505, ou no Departamento de Inteligência Policial (DIP) pelo telefone (85) 3101-2511.

 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente