Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Governador Camilo Santana tem celular invadido e hackers tentam aplicar golpe

Os autores invadiram a agenda de contatos telefônicos do governador
08:11 | Ago. 04, 2021
Autor - Redação O POVO
Foto do autor
- Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O governador Camilo Santana (PT) informou na manhã desta quarta-feira, 4, que teve o telefone celular invadido por hackers, que roubaram dados da agenda de contatos e enviaram mensagens no nome dele, na tentativa de aplicar golpes financeiros.

Segundo o governador, a Polícia foi acionada e realiza investigação para identificar os autores do crime. De acordo com postagem feita por Camilo nas redes sociais, os hackers teriam atuação também em outros estados.

O governador orienta a quem também tenha sido vítima de algum golpe virtual a procurar imediatamente a Polícia, pelo telefone 85 3101 2511, do Departamento de Inteligência Policial (DIP).

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Forças de Segurança montam novo cerco policial em residencial ameaçado por grupos criminosos na Capital

bairro Ancuri
00:10 | Ago. 04, 2021
Autor Luciano Cesário
Foto do autor
Luciano Cesário Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Grupos criminosos que ameaçam moradores de áreas periféricas da Capital foram alvo de mais uma ofensiva policial deflagrada pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) nessa terça-feira, 3, no Residencial Alameda das Palmeiras 2, bairro Ancuri. A ação ocorreu no âmbito da 6ª fase da Operação Domus, que contou com a participação de 250 policiais e profissionais de 16 órgãos de Segurança do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza. Durante o trabalho repressivo, os agentes realizaram mais de 150 abordagens e efetuaram seis prisões em flagrante por furto de energia elétrica e tráfico de drogas.

O foco da Operação, segundo a SSPDS, é identificar e prender integrantes de organizações criminosas que supostamente exercem domínio em conjuntos habitacionais de Fortaleza e da Região Metropolitana. A 1ª fase da operação, ocorrida no último dia 15 de julho, também havia sido realizada no Residencial Alameda. Na ocasião, pelo menos 14 pessoas foram presas, 13 por furto de energia e a outra por suspeita de homicídio.

O titular da pasta da Segurança, Sandro Caron, pontua que o retorno dos policiais ao local reafirma o aspecto contínuo da Operação, que nas próximas semanas deve chegar a outras localidades da Grande Fortaleza. “Esse trabalho tem caráter permanente, toda semana é realizado em conjuntos habitacionais. Nosso objetivo é reforçar a presença do Estado e das Forças de Segurança para garantir a tranquilidade de todos os moradores desses locais”, frisou o secretário Caron, que, assim como nas fases anteriores, acompanhou o trabalho da ofensiva policial ontem.

As ações são direcionadas para locais onde há crescimento nos indicadores de criminalidade, a partir de dados levantados pelo Departamento de Inteligência Policial (DIP) da SSPDS. A ofensiva mira traficantes foragidos da Justiça que possivelmente estejam utilizando os conjuntos habitacionais como esconderijo. Na Operação, a Polícia averigua se os moradores são os verdadeiros donos dos imóveis. O procedimento visa apurar denúncias de que traficantes teriam expulsado moradores e se refugiado em seus apartamentos para despistar as forças de segurança.

O trabalho também tem o objetivo de coibir ligações ilegais na rede de energia elétrica. Nesta fase, dos 150 imóveis inspecionados por fiscais da Enel — concessionária de energia elétrica no Ceará — 145 apresentaram algum tipo de irregularidade, das quais cinco originaram autuações em flagrante. Os policiais ainda prenderam um homem de 20 anos, que foi encontrado com cerca de 20 gramas de maconha e uma quantia em dinheiro não divulgada.

Saldo

Nas seis fases da Operação Domus, realizadas num intervalo de apenas 19 dias, as forças de Segurança realizaram mais de duas mil abordagens e prenderam ao menos 34 pessoas por crimes como furto de energia elétrica, tráfico de drogas e homicídio.

O nome da Operação, Domus, é originário do latim e significa lar. Segundo a SSPDS, o termo faz referência ao objetivo principal da força-tarefa, que é manter a sensação de segurança e bem-estar dos moradores que residem em conjuntos habitacionais alvos da atuação de grupos criminosos.

Veja como foi a 6ª fase da Operação Domus:

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Polícia encontra fardamento do Exército com suspeitos de Chacina de Caucaia

DISPUTA DE CRIMINOSOS
00:30 | Ago. 03, 2021
Autor Angélica Feitosa
Foto do autor
Angélica Feitosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia encontrou fardamentos do Exército Brasileiro com os suspeitos da ação que resultou em cinco mortes no distrito de Boqueirão das Araras, a cerca de 20 quilômetros do centro de Caucaia, na madrugada de domingo, 1º. A motivação para as mortes, conforme o secretário de Segurança Pública, Sandro Caron, foi a "animosidade entre grupos criminosos que atuam em Caucaia". As informações foram divulgadas nessa segunda-feira, 2. 

Pouco mais de 12 horas após a morte dos cinco homens, cinco suspeitos foram identificados e capturados em um trabalho conjunto da Polícias Civil e Militar do Ceará. Um sexto suspeito chegou a ser detido, porém, foi ouvido na condição de testemunha e liberado em seguida.

Durante a ação, foram apreendidas três armas de fogo – sendo duas espingardas e um revólver calibre 38, 28 munições, além de aparelhos celulares – incluindo os das vítimas –, fardamentos do exército, balaclavas, luvas, um canivete, três latas de tinta spray, espoleta, pólvora, cerca de 3,5 quilos de chumbinho e um pano de bijuterias contendo dezenas de peças, além de de uma quantia de R$ 1,5 mil reais.

Foram presos: Antônio Michael da Silva Nogueira, 18 anos; João Pedro de Oliveira Sousa, 21 anos; Raimundo Cleilton Ferreira da Costa, 24 anos. Os três homens citados não possuem antecedentes criminais. Além deles foi preso também Leandro Moreira Vitor da Silva, 27 anos, que já responde por porte ilegal de arma de fogo. Outros dois suspeitos estão foragidos, e um adolescente de 16 anos foi apreendido.

De acordo com o titular da Delegacia Metropolitana de Caucaia, Hugo Leonardo de Lima, o adolescente e outro suspeito preso, que O POVO não identifica para preservar a identidade do jovem, são irmãos e tinham alugado uma casa na cidade, nas proximidades do local do crime. Em um trabalho de investigação, a Polícia chegou até o endereço dessa residência, onde os dois foram detidos e acabaram entregando os outros suspeitos.

A chacina

"As vítimas faziam parte de um grupo rival ao dos criminosos. Os homens presos souberam da localização das vítimas e aproveitaram a situação para efetuar a ação", informou o delegado Hugo Leonardo, titular da Delegacia Metropolitana de Caucaia.

Os sete suspeitos chegaram ao local, identificaram os homens no bar e deram início aos disparos. Dos cinco homens executados, dois morreram no local e três conseguiram fugir, informaram os agentes de segurança.

"Os homens que conseguiram fugir foram encontrados pelos suspeitos em cômodos dentro do imóvel onde estavam. Um dos homens foi executado no quarto, debaixo da cama, e os outros dois, no banheiro", conclui o delegado.

LEIA MAIS | Homem é preso em flagrante pela PM após cometer homicídio a facadas

Ceará registra 20 casos de stalking desde sanção de lei; entenda o crime

Os suspeitos foram autuados em flagrante por homicídio qualificado, roubo, corrupção de menores e por integrar organização criminosa. Já o adolescente de 16 anos foi autuado em um ato infracional análogo aos crimes cometidos pelos adultos, exceto a corrupção de menores.

Conforme levantamento preliminar da ocorrência, os suspeitos chegaram ao local atirando e fugiram em seguida. Uma motocicleta, possivelmente utilizada por eles, foi deixada no local e encaminhada à Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Ainda no local, outras duas pessoas foram baleadas e encaminhadas a uma unidade hospitalar.

As outras duas vítimas são mulheres, sendo elas mãe, a dona do bar, e filha, que também foram atingidas pelos disparos de arma de fogo. Elas foram socorridas e levadas ao Hospital de Caucaia. A mãe foi ferida em uma das pernas, e a filha sofreu uma lesão no braço. As vítimas não correm risco de morte. As duas mulheres foram inicialmente levadas ao Hospital Municipal de Caucaia e precisaram ser transferidas para o Instituto Doutor José Frota (IJF).

Colaborou Levi Aguiar

 

Guerra Sem Fim

O POVO Mais lança a segunda temporada de Guerra Sem Fim, série original que mergulha no universo das facções no Ceará.

O primeiro episódio desta temporada mostra a realidade das famílias expulsas de casa pelas facçõesRefugiados Urbanos

O segundo episódio mostra a disputa interna no PCC que levou ao surgimento da GDEGDE: como nasce uma facção

O terceiro episódio conta a história do jovem que sonhou suceder o pai na hierarquia da facção, mas encontrou outro caminho pela arte, assim como de outros jovens: Juventude Sobrevivente

Nessa segunda-feira, 19, foi lançado o terceiro episódio da nova temporada: “Juventude sobrevivente” revela casos de jovens que conseguem sobreviver nesses territórios dominados pelo terror por meio da arte. Você confere aqui

 

Assista à primeira temporada 

1ª temporada, episódio 1: A onda de violência

Em janeiro de 2019, as facções criminosas no Ceará se uniram contra as ações rígidas dentro das penitenciárias, gerando a maior onda de violência do Estado. Como isso aconteceu?

Assista aqui

1ª temporada, episódio 2: Tribunais do Crime

O funcionamento interno das facções criminosas no Ceará: como punem seus próprios integrantes?

Assista aqui

1ª temporada, episódio 3: Caminhos do Crime

A entrada em organizações como as facções é um dos caminhos trilhados pelo crime. O que influencia esse cenário? Como é possível fugir do crime?

Assista aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Crimes cibernéticos

00:00 | Ago. 03, 2021
Autor Daniel Maia
Foto do autor
Daniel Maia Autor
Ver perfil do autor
Tipo Opinião

Atualmente temos visto uma rápida e considerável migração da criminalidade que estamos acostumados a ter no Brasil, a denominada criminalidade do mundo real, a qual abrange os mais comuns tipos penais, tais como: homicídios, sequestros, roubos, etc, para a criminalidade virtual, os chamados cyber crimes, que nada mais são do que os crimes cometidos pela internet, por aplicativos e pelas redes sociais.

Esse movimento migratórios dos criminosos deriva de vários aspectos, pois se de um lado é extremamente mais barato e lucrativo para os bandidos cometerem crimes pela internet, pois não precisam investir em esconderijos, muitos parceiros para dividir o lucro e também não precisam ir para o enfrentamento contra a polícia, de outro lado existem muitas facilidades no cometimento de tais crimes, entre elas a defasagem da legislação criminal, a qual ainda prevê penas brandas para crimes dessa natureza e a possibilidade de eles serem cometidos até mesmo dentro dos presídios por detentos que cumprem pena no sistema prisional e tem um escandaloso e acesso a aparelhos de comunicação, como celulares e tablets, além de chips que possibilitam ligações telefônicas e o acesso à internet.

Para combater com eficácia essa nova faceta da criminalidade é necessário basicamente duas coisas: a primeira que o legislador também se modernize e aumente as penas para crimes cometidos pela internet e a segunda que o Estado invista em inteligência com a criação de Delegacias especializadas, contratação de policiais civis para fazerem as investigações e treinamento especializado de tais agentes públicos.

Claro, que outras medidas como a fiscalização e combate ao acesso de aparelhos eletrônicos em presídios e campanhas de alertas à população contra tais golpes são também medidas salutares.

Enquanto isso não ocorre, é muito importante que a população evite acreditar em "grandes facilidades" oferecidas por telefone e por e-mails enviados por desconhecidos ou por empresas suspeitas.

Desconfiar é a melhor defesa.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Polícia encontra fardamento do exército junto a suspeitos de Chacina de Caucaia

Chacina em Caucaia
13:08 | Ago. 02, 2021
Autor Angélica Feitosa
Foto do autor
Angélica Feitosa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

A Polícia encontrou, junto aos suspeitos da ação que resultou em cinco mortes no distrito de Boqueirão das Araras, cerca de 20 quilômetros do centro de Caucaia, um fardamento do exército, no fim da noite de sábado, 31. A motivação para as mortes,  conforme o secretário de Segurança Pública, Sandro Caron, foi a "animosidade entre grupos criminosos que atuam em Caucaia". 

Durante a ação, foram apreendidas três armas de fogo – sendo duas espingardas e um revólver calibre 38, 28 munições, além de aparelhos celulares – incluindo os das vítimas –, fardamentos do Exército Brasileiro, balaclavas, luvas, um canivete, três latas de tinta spray, espoleta, pólvora, cerca de 3,5 quilos de chumbinho e um pano de bijuterias contendo dezenas de peças, além de de uma quantia de R$ 1,5 mil reais.

Pouco mais de 12 horas após a morte dos cinco homens, os suspeitos foram identificados e capturados em um trabalho conjunto da Polícias Civil e Militar do Ceará. Um sexto suspeito chegou a ser detido, porém, foi ouvido na condição de testemunha e liberado em seguida.

Foram presos: Antônio Michael da Silva Nogueira, 18 anos; João Pedro de Oliveira Sousa, 21 anos; Raimundo Cleilton Ferreira da Costa, 24 anos. Os três homens citados não possuem antecedentes criminais. Além deles foi preso também Leandro Moreira Vitor da Silva, 27 anos, que já responde por porte ilegal de arma de fogo. Outros dois suspeitos estão foragidos e um adolescente de 16 anos foi apreendido.

De acordo com o titular da Delegacia Metropolitana de Caucaia, Hugo Leonardo de Lima, o adolescente e outro suspeito preso, que O POVO não identifica para preservar a identidade do jovem, são irmãos e tinham alugado uma casa na cidade,  nas proximidades do local do crime. Em um trabalho de investigação, a Polícia chegou até o endereço dessa residência onde, os dois foram detidos e acabaram entregando os outros suspeitos.

A chacina

"As vítimas faziam parte de um grupo rival ao dos criminosos. Os homens presos souberam da localização das vítimas e aproveitaram a situação para efetuar a ação", informou o delegado Hugo Leonardo, titular da Delegacia Metropolitana de Caucaia.

Os sete suspeitos chegaram ao local, identificaram os homens no bar e deram início aos disparos. Dos cinco homens executados, dois morreram no local e três conseguiram fugir, informaram os agentes de segurança.

"Os homens que conseguiram fugir foram encontrados pelos suspeitos em cômodos dentro do imóvel onde estavam. Um dos homens foi executado no quarto, debaixo da cama, e os outros dois, no banheiro", conclui o delegado.

LEIA MAIS | Homem é preso em flagrante pela PM após cometer homicídio a facadas

Ceará registra 20 casos de stalking desde sanção de lei; entenda o crime

Os homens suspeitos foram autuados em flagrante por homicídio qualificado, roubo, corrupção de menores e por integrar organização criminosa. Já o adolescente de 16 anos foi autuado em um ato infracional análogo aos crimes cometidos pelos adultos, exceto a corrupção de menores.

Conforme levantamento preliminar da ocorrência, os suspeitos chegaram ao local atirando e fugiram em seguida. Uma motocicleta, possivelmente utilizada por eles, foi deixada no local e encaminhada para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), onde passou por perícia. Ainda no local, outras duas pessoas foram baleadas e encaminhadas para uma unidade hospitalar.

As outras duas vítimas são mulheres, sendo elas mãe, a dona do bar, e filha, que também foram atingidas pelos disparos de arma de fogo. Elas foram socorridas e levadas ao Hospital de Caucaia. A mãe foi ferida em uma das pernas e a filha sofreu uma lesão no braço. As vítimas não correm risco de morte. As duas mulheres foram inicialmente levadas para o Hospital Municipal de Caucaia e precisaram ser transferidas para o Instituto Doutor José Frota (IJF).

Colaborou Levi Aguiar

 

Guerra Sem Fim

O POVO Mais lança a segunda temporada de Guerra Sem Fim, série original que mergulha no universo das facções no Ceará.

O primeiro episódio desta temporada mostra a realidade das famílias expulsas de casa pelas facçõesRefugiados Urbanos

O segundo episódio mostra a disputa interna no PCC que levou ao surgimento da GDEGDE: como nasce uma facção

O terceiro episódio conta a história do jovem que sonhou suceder o pai na hierarquia da facção, mas encontrou outro caminho pela arte, assim como de outros jovens: Juventude Sobrevivente

Nessa segunda-feira, 19, foi lançado o terceiro episódio da nova temporada: “Juventude sobrevivente” revela casos de jovens que conseguem sobreviver nesses territórios dominados pelo terror por meio da arte. Você confere aqui

 

Assista à primeira temporada 

1ª temporada, episódio 1: A onda de violência

Em janeiro de 2019, as facções criminosas no Ceará se uniram contra as ações rígidas dentro das penitenciárias, gerando a maior onda de violência do Estado. Como isso aconteceu?

Assista aqui

1ª temporada, episódio 2: Tribunais do Crime

O funcionamento interno das facções criminosas no Ceará: como punem seus próprios integrantes?

Assista aqui

1ª temporada, episódio 3: Caminhos do Crime

A entrada em organizações como as facções é um dos caminhos trilhados pelo crime. O que influencia esse cenário? Como é possível fugir do crime?

Assista aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Camilo Santana vai lançar o Hora de Plantar 2022

22:51 | Ago. 01, 2021
Autor Eliomar de Lima
Foto do autor
Eliomar de Lima Autor
Ver perfil do autor
Tipo Opinião

O governador Camilo Santana (PT) vai lançar, neste mês de agosto, o programa Hora de Plantar. A informação é do secretário do Desenvolvimento do Estado, Francisco De Assis Diniz, adiantando que a estratégia contará nesta edição com um investimento da ordem de R$ 21,7 milhões, devendo oferecer sementes selecionadas, de olho na próxima safra, para mais de 156 mil agricultores espalhados em todas as regiões do Estado. "Vamos ofertar para esse contingente sorgo, milho e palma da melhor qualidade.", acentua o secretário, lembrando que o Hora de Plantar, por decisão do governador, virou uma política de Estado. De Assis não estimou previsão de safra. Agora é torcer para que 2022 traga perspectivas de um bom inverno. O Ceará está precisando.

Maranguapinho

Entra e sai prefeito e governador e o rio Maranguapinho, em Fortaleza, continua com jeitão de depósito de lixo. E olhe que já foram milhões aplicados na "urbanização" e a poluição do rio só piora. Até quando?

Omissão

A duna principal do Parque Municipal da Sabiaguaba continua sendo desmontada. Caminhões do Governo do Estado voltaram a retirar a areia de lá, porque chegou a época dos ventos e a rodovia no entorno pode ser encoberta. Triste.

Posse à vista

A diretoria da Academia Cearense de Letras espera realizar, neste mês de agosto, o ato de posse do seu mais novo imortal, o empresário e poeta Pio Rodrigues. Bom lembrar que Pio ocupará a cadeira que pertencia ao jurista Paulo Bonavides.

 

Capitão Wagner será candidato a governador em 2022 com apoio de Bolsonaro (Foto: Aurelio Alves)
Foto: Aurelio Alves Capitão Wagner será candidato a governador em 2022 com apoio de Bolsonaro

Capitão do Capitão

Quem assumiu de vez que será candidato a governador em 2022 com apoio de Bolsonaro foi o Capitão Wagner. Ele, que ganhou o controle do PSL, segundo assessores, vai estar entre convidados do ato em que o presidente realizará, dia 13 de agosto, no Cariri.

Turismo

Decidido. A Urca vai implantar um curso superior em Gestão de Turismo em Barbalha (Região do Cariri), com processo seletivo previsto para outubro próximo. Inicialmente, funcionará na Escola Martiniano de Alencar, no Largo do Rosário, no período noturno.

Salute

A Comissão de Promoção da Igualdade Racial da OAB-CE lançou campanha contra a pobreza menstrual das mulheres encarceradas. Quer garantir acesso a absorventes para esse grupo. Doações até 30 de agosto para encarceradas do presídio Auri Moura (IPF).

Salute 2

No Ceará, segundo o Ipece, as mulheres negras representam 85% das mulheres encarceradas e não possuem acesso à higiene íntima feminina. Doações: PIX 85-98742-2829/ Raquel Andrade (Presidente da Comissão de Promoção da OAB-CE).

Tombamento

O tombamento estadual do "campo de concentração" da barragem do Patu, em Senador Pompeu, seria um grande tento. Com direito a comemoração não só de historiadores, mas de profissionais da imprensa. O POVO, inclusive, fez cadernos especiais sobre o tema.

Aula na saudade

Falando em instituições privadas de ensino, alunos que residem em cidades da Região Metropolitana de Fortaleza e que contavam com transporte pago pelos municípios estão preocupados. Por causa da indefinição ainda sobre o retorno das aulas presenciais.

Ação judicial

O Sindifort ingressou com ação judicial pró-restabelecimento do pagamento do abono previdenciário. A entidade defende a tese de que o benefício é um direito adquirido dos servidores aposentados e pensionistas e que acabou excluído na Reforma Previdenciária

 

SOBE

Rebeca Andrade, que faturou mais uma medalha olímpica para o Brasil. Desta vez, o ouro. Que venham mais.

DESCE

Casos da variante Delta da Covid-19 se registrando no Ceará. Prevenção, mais do que nunca, é fundamental.

 

HORIZONTAIS

Circulam nas redes sociais pregações pró-boicote à Igreja da Paz, com não pagamento de dízimo. Efeito leitura, pelo padre Lino, de nota da CNBB condenando o cenário do País nesta pandemia. /// Dom José Antonio, arcebispo de Fortaleza, ainda não se manifestou sobre essa pregação de boicote. /// O Sindipan-CE promove, dia 12 próximo, uma live com o tema "Pão é nutrição". Às 19h, pelo seu canal do YouTube." /// Só lembrando: "E aí, temos melhor atleta olímpico do que trabalhador brasileiro driblando a alta dos preços?"

 

Acompanhe o programa Jogo Político:


 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags