Participamos do

Em entrevista à Fox News, Eduardo Bolsonaro diz que prefeito de NY é "marxista"

Bill de Blasio trava embate com Jair Bolsonaro pela recusa do presidente em se vacinar contra a Covid-19 para participar da Assembleia Geral da ONU
20:57 | Set. 22, 2021
Autor Maria Eduarda Pessoa
Foto do autor
Maria Eduarda Pessoa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em entrevista à Fox News na terça-feira, 21, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) chamou o prefeito de Nova York, Bill de Blasio, de “marxista” e disse que os Estados Unidos podem virar uma Venezuela. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Na segunda-feira 20, Blasio mandou dois recados diretos ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a recusa do mandatário em se vacinar contra a Covid-19 para participar da Assembleia Geral da ONU. O prefeito marcou Bolsonaro em uma publicação nas redes sociais que informava os pontos de vacinação na cidade. Ele também afirmou que o brasileiro “nem precisa vir” à cidade caso não queira se vacinar.

Em reação, durante entrevista ao apresentador Tucker Carlson, Eduardo afirmou que o episódio “mostra como pessoas de esquerda são”.

“Elas querem controlar tudo. Mas eu sei que Blasio é um marxista que segue muito o que (o filósofo italiano) Antonio Gramsci diz”, sugeriu. Questionado pelo apresentador se era óbvio que Bill de Blasio seria um marxista, o deputado insistiu. “Quando você pensa que sabe o que é melhor para as outras pessoas mais do que a opinião delas, isso mostra quem você é”, disse.

Na entrevista, Eduardo ainda afirmou ter “um conselho para o povo americano”, e falou sobre uma suposta ameaça da nação se tornar uma "Venezuela"; paralelo recorrente no discurso político dele e do pai.

"Não achem que a Venezuela é algo muito distante de vocês. Na década de 90, se você falasse aos venezuelanos que um dia a Venezuela se transformaria em uma ditadura, eles nunca levariam a sério. Essa é uma forte mensagem com a qual você precisa se importar", afirmou.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags